Pular para o conteúdo principal

Destaques

Neurodiversidade: Autismo não só biológico ou só identidade social

A Neurodiversidade dá um tiro no pé ao tratar o autismo como algo meramente social (identidade social), ignorando as particularidades neurobiológicas de CADA autista. Mas o extremismo científico também erra ao ver como algo meramente biológico, ou até mesmo patológico.


O ideal seria ver o melhor dos dois mundos, algo impossível diante da polarização. Todo mundo sai perdendo.

É utopia esperar que a sociedade vá se adequar completamente aos autistas, especialmente porque cada autista pode ser completamente diferente do outro. O ambiente adaptado para um autista, é o ambiente desadaptado para o outro – isso entre os próprios autistas.

Enquanto as pessoas continuarem tratando o autismo como algo 'universal', ignorando as especificidades, esse debate não vai para frente.

O Asperger que não precisa interagir com os outros, não precisa trabalhar, não precisa fazer nada que o tire da zona de conforto, talvez não sinta muita dificuldade em viver em um mundo não adaptado. Mas não é a re…

Autismo: Tratamentos sem evidências científicas, incômodos e silenciamentos

Sorte do dia: Pessoas envolvidas com tratamentos sem evidências científicas para autismo estão incomodadas com meus textos sobre charlatanismo. A ciência está ao meu lado e as várias notícias sobre as consequências de pseudotratamentos também. Antes de tudo, queria dizer que odeio carteirada, mas diante de tudo o que acontecido nas últimas semanas, não me arrependo de dar uma agora.


Leia também: Fake news de saúde: Epidemia e a responsabilidade dos jornalistas

A ironia das ironias é ver gente que espalha informação falsa acusar jornalista de espalhar fake news.

Sou Asperger e adoro um bom desafio de conhecimentos. Quer desafiar meu cérebro autista e meu hiperfoco? Eu vou ter todo prazer de ir atrás de informações sérias para argumentar. Não trabalho com achismo nem com pseudociência.

Dica: Eu sei identificar estudos/pesquisas de baixa qualidade. Apesar de ser formado em Jornalismo, não li mais de 850 livros à toa (contagem que começou com o Skoob em 2009, mas não comecei a ler aos 19 anos, queridos, leio desde a infância) e não tenho conhecimentos só na área de Comunicação Social. Para os que não sabem, eu já fiz semestres Nutrição e abandonei o curso porque não me desafiava o suficiente e já quis fazer medicina.

Muita gente me conhece superficialmente. Como bom autista camaleão, para me adaptar e não sofrer bullying, eu sempre controlei o quanto eu sabia sobre as áreas de conhecimento para não chamar a atenção e evitar pessoas interesseiras grudando em mim em trabalhos acadêmicos e provas – comportamento bem comum entre Aspergers com inteligência acima da média.

Cursei metodologia científica TRÊS/QUATRO vezes.

Eu leio pesquisas científicas e fontes confiáveis. Também sei muito bem como identificar charlatões. Usar palavras difíceis não torna ninguém entendedor de um assunto, pelo contrário. É bom saber que estou incomodando: isso me dá mais combustível para seguir em frente com o meu trabalho como jornalista independente!

Quer dizer que curou autista? Vai ter que provar para a COMUNIDADE CIENTÍFICA INTERNACIONAL (não para a brasileira) que determinados tratamentos funcionam, mesmo tendo sido proibidos pela FDA e alertados por associações internacionais de autismo, como a Autistica, National Autistic Society e até mesmo a Autism Speaks (mesmo sem gostar desta última)

Prometer a cura do autismo, sem ter qualquer evidência, é dar falsas esperanças. Além de tudo, é fraude e pode dar processo e até mesmo prisão.

Ver profissionais espalhando mentiras/mitos sobre autismo é um absurdo. Mostra o quanto o Brasil está desesperado por profissionais mais capacitados. 

O primeiro que provar que curou um autista, eu vou dar uma bala. Caso contrário, se me difamar e ameaçar, é bom estar preparado, pois eu não trabalho com indiretas.

Eu já disse que não sou amador. Tenho vários colegas autistas que já foram difamados e nunca fizeram nada porque não queriam o estresse. Não somos anjos. Quer tentar a sorte comigo? 🐍

MMS, substância que promete "curar" autismo, volta a preocupar especialistas: https://revistacrescer.globo.com/Criancas/Saude/noticia/2019/05/mms-substancia-que-promete-curar-autismo-volta-preocupar-especialistas.html

 *Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.



Para ficar por dentro das minhas novidades:


Facebook: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

Twitter: https://twitter.com/Ben_Oliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira


Leia também: 


Livros: Paixão pela leitura, hiperfoco autista e profissão de escritor 

Autismo: Esgotamento, desorganização e autonomia 

Autismo: Asperger jornalista e o silenciamento sobre tratamentos falsos e perigosos 

Autismo: Campanha contra charlatanismo, tratamentos perigosos e falta de apoio  

Autismo: Fraudes, Esquemas, Crimes e Silenciamento dos Adultos Autistas 

História do Autismo: Conhecer erros do passado e não repeti-los no presente 

Autismo: Ética e a responsabilidade com o bem-estar dos autistas 

Autismo: Desinformação, evidências científicas e responsabilidade ética 

Autismo: Pensamento crítico e charlatanismo 

Autismo: Despreparo Profissional e o Bingo dos Diagnósticos Errados 


Quer me apoiar na escrita e continuar produzindo conteúdo para o blog? Conheça meus livros:



Escrita Maldita: https://amzn.to/2DuCYfk

O Círculo (Os Bruxos de São Cipriano Vol. 1): https://amzn.to/2IQkY2l

O Livro (Os Bruxos de São Cipriano Vol. 2): https://amzn.to/2UzVoAP

Aproveite para comprar livros na promoção na Amazon: https://amzn.to/2Uw0jD7


Livros na minha lista de desejados:


Ciência picareta: https://amzn.to/2DoNaWE

Autism's False Prophets: https://amzn.to/2IM6LmY

Neurocomic: https://amzn.to/2ILUZJj

A Scientist in Wonderland: https://amzn.to/2VmQlsg

Comentários

Mais lidas da semana