Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autistas com Altas Habilidades: Mais adaptáveis ao mundo neurotípico

Por que eu não gosto de ser acompanhado no meu perfil pessoal por muitos familiares de autistas? Não gosto que queiram saber minhas vivências, como fazem com outros autistas?


Texto da imagem: Os autistas com altas habilidades (dupla excepcionalidade) podem compensar as limitações usando habilidades cognitivas, navegando em situações sociais e se adaptando aos desafios da vida cotidiana (Autism Calgary).

Todos autistas são diferentes. Eu repito isso quase que diariamente. Muita gente fica comparando experiências e vivências, achando que por estarem no mesmo grau, vão encontrar as respostas que precisam. Spoiler: Nem sempre.

Dois autistas podem ser completamente diferentes. Dois aspies podem ser completamente diferentes.

Existem muitas dificuldades que alguns aspies têm na vida adulta, que eu tinha na infância ou adolescência. Isso significa que eu preciso esconder que me adaptei? Não. Significa que somos todos diferentes e sou mais adaptável em alguns aspectos. 
Isso me torna um fake auti…

Autismo: Holofotes, Egos e Justiça Seletiva

Esse mundinho de holofotes do autismo ferra a cabeça de vocês, né? Aprendam a interpretar texto, ou eu jogo rapidinho uns livros de interpretação de texto em vocês.


Creditar qualquer coisa que você não seja 100% responsável é o mínimo esperado. Não é algo de outro mundo. E não falo só para uma pessoa. Desde que entrei no mundo do autismo, vejo isso acontecer. Pessoas copiando textos, imagens, videos, Projetos, palestras etc. E não é só no mundo do autismo, já vi isso acontecendo em todos cantos, desde mundo literário até com outros ativistas de saúde mental.

Reclamaram tanto de que Fulanas que eram neurotípicas se apropriaram de tal coisa que era da causa dos autistas, mas agora se omitem. Quando é conveniente, sai todo mundo do boeiro e tem energia de sobra, quando não é, fica em silêncio.

Para brigar por bobeira, muita gente dá as caras; para me chamar para treta, aparece gente até do inferno, por isso tinha fechado o perfil e não acho ruim.

Do resto, enquanto vocês todos continuarem com justiça e empatia seletivas, continuarei mantendo distância. Sei que para os autistas é normal, mas o que observo não é algo vindo só de pessoas no espectro.

O meu perfil está oficialmente reaberto, mas isso não significa que vou aceitar qualquer pessoa. Está reaberto para que os posts fiquem públicos.

Para as pessoas com dificuldade de interpretação, mastigo: não me envolvam nos problemas de vocês. Quer levar todo crédito? Leve! Eu nunca pedi, meu anjo. Mas aprenda a levar pancadas sozinha.

Não se trata sobre o que eu quero, ou sobre mim, se trata sobre justiça coletiva. Vários autistas estão na luta contra o MMS há anos. E sobre outras causas, vocês sempre anulam autistas e dão créditos só para mães. É vergonhoso demais. Isso não é para uma pessoa em específico, é para várias e de todos lados do autismo.

Já falei uma vez e repito, muita gente neste mundinho do autismo fala tanto um do outro, que acaba se tornando igual, só do outro lado. Vi isso acontecer muitas vezes, com muitas pessoas.

Para quem não enxerga padrões, talvez não veja as semelhanças. Para quem enxerga, é um jogo de xadrez e de cada lado tem peças com pesos semelhantes.

Para todos lados, estou cagando para os holofotes do mundo do autismo. Eu uso meu conteúdo para levar informações de qualidade e combater um pouco da desinformação, além de corrigir um pouco das muitas informações falsas e erradas que são espalhadas por páginas, mídia e profissionais desatualizados.

Eu ajudo pela causa, para quebrar tabus, estigma e preconceitos, não pelo holofote. Se eu quisesse, já tinha aceitado várias oportunidades que apareceram pelo caminho ou lançado de forma independente, sou escritor, caso não lembrem ou não saibam.

Podem continuar brilhando à vontade, meu compromisso é com a verdade, justiça e ética. Isso significa que vez ou outra, nossos caminhos vão se cruzar, seja lado a lado ou lados opostos, mas não significa que somos aliados ou inimigos, amigos ou familiares de causa.

Meu hiperfoco é livro/literatura, e percebi que muita gente me lê no sentido literal, um grande erro, afinal, sou escritor, alguns Aspergers brincam com as palavras e temos nosso próprio modo de linguagem. Vocês saberiam se estudassem melhor sobre Aspergers.

Minha campanha sobre tratamentos falsos e muita gente próxima fingindo que não viu mostrou quem é quem, do resto, se divirtam à vontade no joguinho de vocês, às vezes entediante, às vezes divertido, mas saibam que se me envolverem, este peão é uma rainha camuflada.

Para os paranoicos de todos lados, ferrados pelo ego e gostinho do poder, este texto não é uma ameaça, é uma declaração de independência que eu sempre tive e sempre terei de vocês. Não me interessa entrar neste mundo formalmente e se eu fosse entrar teria uma postura bem diferente e ética.

Sou bem direto. Quem tem medo de mim, algo errado faz. Sempre falo na cara o que preciso e não sou de enviar indiretas. Não entende meus textos? Provavelmente não é indireta para ninguém, só algo para refletir de forma geral, afinal, rabos presos estão em todos cantos.

Aos desavisados, jamais tente me colocar neste joguinho de xadrez. Posso virar o tabuleiro quando quiser. Quando todos lados se omitem, a justiça cansa de ficar em silêncio. Sempre que falo de pessoas caindo, é caindo porque as pessoas aprendem a reconhecer quem está envolvido com problemas, não porque eu vou derrubar, caso isso não tenha ficado claro.

Para todos lados: Podem ficar tranquilinhos que eu não jogo baixo nem vou puxar o tapete de ninguém. Aproveitem os cinco minutos de fama. Só não me incomodem mais. E não pisem no meu pé. Sempre deixei claro que estou na guerra contra a desinformação e charlatanismo do autismo. Se me vêem como inimigo, isso diz muito sobre vocês.

PS: Não é que alguns médiuns Angelicais às vezes acertam? Um ponto para Sonserina 🐍 Aliás, dois, se levar em conta que muitos autistas entram em brigas bobas por influências erradas.


Muita gente tem sorte que eu jogo limpo. Ou eu teria acabado esse jogo de Xadrez faz tempo e derrubaria todos lados ao mesmo tempo. Até lá, as máscaras vão caindo lentamente, na hora certa 💫

“Não vou lutar a sua guerra. Vou acabar com ela” – Capitã Marvel


Atendendo a pedidos: nem eu estava mais aguentando tanto chorume. Chegamos a mais um final de temporada. Hiatos e trégua.

Texto da imagem: “Para ter novamente o controle, às vezes precisamos abandoná-lo”.

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Para ficar por dentro das minhas novidades:


Facebook: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

Twitter: https://twitter.com/Ben_Oliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira

Comentários

Mais lidas da semana