Pular para o conteúdo principal

Destaques

Neurodiversidade: Autismo não só biológico ou só identidade social

A Neurodiversidade dá um tiro no pé ao tratar o autismo como algo meramente social (identidade social), ignorando as particularidades neurobiológicas de CADA autista. Mas o extremismo científico também erra ao ver como algo meramente biológico, ou até mesmo patológico.


O ideal seria ver o melhor dos dois mundos, algo impossível diante da polarização. Todo mundo sai perdendo.

É utopia esperar que a sociedade vá se adequar completamente aos autistas, especialmente porque cada autista pode ser completamente diferente do outro. O ambiente adaptado para um autista, é o ambiente desadaptado para o outro – isso entre os próprios autistas.

Enquanto as pessoas continuarem tratando o autismo como algo 'universal', ignorando as especificidades, esse debate não vai para frente.

O Asperger que não precisa interagir com os outros, não precisa trabalhar, não precisa fazer nada que o tire da zona de conforto, talvez não sinta muita dificuldade em viver em um mundo não adaptado. Mas não é a re…

Espectro Autista: Sobre manipulação e independência

Para facilitar a vida de vocês: não tente me manipular.

Sou macaco-velho e tenho hiperfoco em comportamento humano e saúde mental.

O inimigo do meu inimigo não é meu amigo, é um aliado improvável.


Eu nunca blefo. Para quem quer brincar de X-MEN, eu disse que adoro ser a Fênix Negra. Não me façam jogar a merda no ventilador.

Na hora dos problemas, todo mundo some. Na hora que precisam de ajuda, aparece gente até do inferno.

Sempre deixei bem claro desde o início que eu não simpatizo com nenhum lado no Brasil e que meu interesse era com a causa, não lados (organizações, profissionais e ativistas).

Incomoda vocês o fato de que muitos Aspergers não podem ser manipulados de nenhum lado? Que bom!

Obrigado.

Último aviso: Não pise no meu pé.

“Não veio aqui atrás de respostas. Você veio atrás de permissão”
—X-MEN: Fênix Negra

Comentários

Mais lidas da semana