Pular para o conteúdo principal

Destaques

Neurodiversidade: Autismo não só biológico ou só identidade social

A Neurodiversidade dá um tiro no pé ao tratar o autismo como algo meramente social (identidade social), ignorando as particularidades neurobiológicas de CADA autista. Mas o extremismo científico também erra ao ver como algo meramente biológico, ou até mesmo patológico.


O ideal seria ver o melhor dos dois mundos, algo impossível diante da polarização. Todo mundo sai perdendo.

É utopia esperar que a sociedade vá se adequar completamente aos autistas, especialmente porque cada autista pode ser completamente diferente do outro. O ambiente adaptado para um autista, é o ambiente desadaptado para o outro – isso entre os próprios autistas.

Enquanto as pessoas continuarem tratando o autismo como algo 'universal', ignorando as especificidades, esse debate não vai para frente.

O Asperger que não precisa interagir com os outros, não precisa trabalhar, não precisa fazer nada que o tire da zona de conforto, talvez não sinta muita dificuldade em viver em um mundo não adaptado. Mas não é a re…

Privacidade e intimidade: Último aviso sobre perfil e página profissional

Acho que eu escrevo em grego. Eu falo: não adicionem no perfil pessoal do Facebook e todo dia tenho várias solicitações. Peço para não mandarem inbox no perfil pessoal e continuam mandando.


Mudança de privacidade: Instagram, Twitter e página do Facebook

Por aqui, tudo bem = está é minha página profissional (O nome é igual. Como não confundir? A página mostra o número de curtidas e é pública, meu perfil é fechado).

No meu perfil pessoal, se não te conheço pessoalmente ou não somos amigos/colegas, dispenso. Apago as solicitações, conforme já foi informado algumas vezes.

Se tentar muito, eu vou bloquear. Eu bloqueio sem dó. Não sou anjo azul nem ingênuo.

Deixa eu contar uma coisa que muitos de vocês não sabem:

Muita gente acha que todo autista é ingênuo e bom, mas existem vários casos de crimes cometidos por Aspergers em outros países e muitos deles casos bem graves.

Eu não compartilho muito na página, mas vocês precisam quebrar esses tabus e estereótipos de que todo autista é um anjo. Existe maldade no mundo e fingir que ela não existe não protege ninguém.

“Existem muitas pessoas no espectro (Aspergers), familiares de autistas e profissionais de saúde/educação que cometem crimes. A ingenuidade sempre cobra o seu preço. Fingir que problemas não existem só serve quando você é criança” – Ben Oliveira

Assim como fiz campanha contra charlatanismo e fraudes do mundo do autismo, em breve vou falar sobre criminologia e crimes cometidos por pessoas no espectro autista.

Também vou abordar crimes cometidos por familiares de autistas. Existem muitas famílias que matam e torturam seus filhos, assim como existem profissionais que fazem o mesmo.

O brasileiro precisa se atualizar melhor e sair da bolha Brasil. Um dos meus hiperfocos é criminologia.

Vocês REALMENTE precisam aprender a usar o Google e a ler noticiários internacionais. Vários tratamentos desumanos foram desmentidos há anos em outros países, assim como várias mentiras sobre o autismo.

Não aceito qualquer pessoa só porque é autista/Asperger, tampouco familiares de autistas. Não aceito nem escritores, jornalistas e blogueiros.

Para quem leva para o lado pessoal. Posso ser honesto e hipersincero? Não me importo!

Vamos esclarecer uma coisa: meu perfil pessoal é pessoal. Não force a barra.

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Não fique em dúvida:

Facebook: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

Twitter: https://twitter.com/Ben_Oliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira

Comentários

Mais lidas da semana