Pular para o conteúdo principal

Destaques

Little Big Women: Filme taiwanês de drama sobre adversidades inesperadas e superações

Little Big Women (Mulheres Ocultas/孤味) é um filme taiwanês de drama sobre uma família lidando com a inesperada morte do pai ausente e de como feridas do passado voltam à tona. A obra cinematográfica foi dirigida por Joseph Chen-Chieh Hs u, roteiro em co-autoria com Maya Huang e está disponível na Netflix Brasil . “A juventude é agridoce” canta Lin Shoying (Shu-Fang Chen) no karaokê dentro de um táxi, uma das personagens encantadoras desse filme. Com um passado de sacrifícios, a matriarca conseguiu proporcionar uma vida relativamente boa para suas filhas, mesmo com o ex-marido ausente. Porém, seu orgulho e ressentimento despertam seu lado crítico. Com personalidades bem diferentes, as filhas encaram junto com a mãe algumas das responsabilidades e tradições relacionadas à morte do homem. Em um país com variadas influências religiosas, ao mesmo tempo em que relembra os sofrimentos, sacrifícios e esforços que passou para se reerguer, Lin Shoying guarda uma memória afetiva do ex-mar

Quarentena Autista: Cérebro ligado no 440 Volts

Se você me perguntar qual é uma das coisas mais difíceis para mim, eu vou responder que é relaxar.

Para quem não sabe, o cérebro autista, além de poder ser hiper ou hipoestimulado sensorialmente, também parece ligado no 440 Volts. Seja acordado ou dormindo, minha mente está sempre funcionando.


Quando acordo até a hora que vou dormir, minha mente vai se forçando sem parar, igual motor de carro arranhando quando você pisa demais no acelerador.

Estresse, sono, ansiedade, barulhos, luzes, regulação emocional, enfim, uma salada difícil de digerir.

Mais de 8 anos de prática constante de yoga, atividades físicas, muita leitura e produções artísticas, como escrever, dançar e cantar, e ainda assim tenho dificuldade para me desconectar.

Coisas simples como tirar um tempo para assistir uma série ou um filme podem ser prazerosas, ou podem ser uma tortura quando você está focado em uma coisa e não consegue mudar a atenção.

Escolhas envolvem energia. E nossas energias podem ser ampliadas de acordo com nossos interesses e hiperfocos, podendo durar horas, ou limitadas pelas questões executivas, nos fazendo parece preguiçosos, mimados e pessoas que sempre buscam desculpas para não resolver questões do dia a dia.

Todo dia é dia de manejar as colheres de energia. 

Na quarentena, estou com mais energia do que normalmente, mas conforme os barulhos voltam a aumentar, vejo meu desempenho e humor voltando a piorar.

Bom mesmo seria viver sempre no silêncio. 🌻📺

Sobre o autor – Ben Oliveira foi diagnosticado autista (Síndrome de Asperger) aos 29 anos, é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.


Para ficar por dentro das minhas novidades:






Comentários

Mais lidas da semana