Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Quarentena Autista: Cérebro ligado no 440 Volts

Se você me perguntar qual é uma das coisas mais difíceis para mim, eu vou responder que é relaxar.

Para quem não sabe, o cérebro autista, além de poder ser hiper ou hipoestimulado sensorialmente, também parece ligado no 440 Volts. Seja acordado ou dormindo, minha mente está sempre funcionando.


Quando acordo até a hora que vou dormir, minha mente vai se forçando sem parar, igual motor de carro arranhando quando você pisa demais no acelerador.

Estresse, sono, ansiedade, barulhos, luzes, regulação emocional, enfim, uma salada difícil de digerir.

Mais de 8 anos de prática constante de yoga, atividades físicas, muita leitura e produções artísticas, como escrever, dançar e cantar, e ainda assim tenho dificuldade para me desconectar.

Coisas simples como tirar um tempo para assistir uma série ou um filme podem ser prazerosas, ou podem ser uma tortura quando você está focado em uma coisa e não consegue mudar a atenção.

Escolhas envolvem energia. E nossas energias podem ser ampliadas de acordo com nossos interesses e hiperfocos, podendo durar horas, ou limitadas pelas questões executivas, nos fazendo parece preguiçosos, mimados e pessoas que sempre buscam desculpas para não resolver questões do dia a dia.

Todo dia é dia de manejar as colheres de energia. 

Na quarentena, estou com mais energia do que normalmente, mas conforme os barulhos voltam a aumentar, vejo meu desempenho e humor voltando a piorar.

Bom mesmo seria viver sempre no silêncio. 🌻📺

Sobre o autor – Ben Oliveira foi diagnosticado autista (Síndrome de Asperger) aos 29 anos, é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.


Para ficar por dentro das minhas novidades:






Comentários

Mais lidas da semana