Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Quarentena: Detox de notícias, da apatia e da alienação coletiva

Em abril de 2019, ajudei a promover uma campanha contra tratamentos falsos de autismo. Na época, fiquei chocado por ver tanta alienação. Famílias dando produtos tóxicos para os próprios filhos, achando que iriam salvá-los e a não aceitação das diferenças.

Pelo excesso de empatia e hiperfoco, cheguei a ficar esgotado física e emocionalmente. Neste ano, não vou cometer o mesmo erro. Lição aprendida.

(Lembretes visuais são importantes para pessoas no espectro autista)

Muita gente está ignorando os riscos da Pandemia, como se não passasse de um truque midiático. Manipulados por um político desonesto e podre, aplaudem o bobo da corte, enquanto milhares de pessoas que nunca votaram nele vão pagar o preço do egoísmo e ignorância coletivos.

A apatia e a falta de empatia do ano passado são as mesmas ou até pior nos dias atuais: pensei que o recorte (comunidade autista) pudesse impedir a aceitação dos fatos, mas vejo que o problema do brasileiro é muito mais profundo; reflexo da desconexão com suas raízes.

O brasileiro chora e pede orações por outros países em tempos de tragédia, mas para si mesmo, escolhe a fogueira.

Se o risco fosse somente individual, se expor ao vírus já seria preocupante. Mas são pessoas que podem não só se infectar, mas seus familiares, vizinhos e por aí vai. E sabemos muito bem que o típico jeitinho brasileiro pode pôr tudo a perder na quarentena.

Desde pessoas se reunindo para assistir lives e marcando festas até crianças e idosos andando na rua. Será negação ou aceitação da morte?

A falta de bom senso vai matar muitos.

Muita gente ainda não entendeu como funciona o sistema de saúde e os riscos do colapso. Cegos pelo dinheiro, alguns acham que o sistema privado daria conta, mas independente de público ou privado, os números não batem.

Aqueles que negam a história estão condenados a repeti-la. Negar o que aconteceu na Itália, Estados Unidos, Espanha e tantos outros países, achando que não vai acontecer no Brasil, chega a beirar o patológico.

Se não entende como a propagação do vírus acontece, não fique torcendo para reabrir as coisas por mera birra.

Lute por um governo que auxilie os cidadãos neste período: infelizmente, não é o governo que muitos de vocês escolheram. Não cabe a mim o papel de perdoar ninguém, mas posso, sim, manter distância. Cuide da própria mente, que eu farei o mesmo 🌻

Sobre o autor – Ben Oliveira foi diagnosticado autista (Síndrome de Asperger) aos 29 anos, é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Leia também: 

Dançar na chuva é arte: 10 Dicas para manter a paz nos dias de Quarentena 

Autismo: 10 Problemas na busca do diagnóstico de Síndrome de Asperger para adultos 

Fake News de Saúde e Autismo: 10 Desafios de Combater o Charlatanismo 

Avaliação Neuropsicológica: 5 Motivos para ler o livro 

Feliz Ostara: 10 Indicações Aleatórias de Livros para Ler 

Carta Aberta: Jair Bolsonaro Nunca Foi Opção (Ben Oliveira)  

Fique Em Casa: A Importância de Aceitar a Realidade e Cuidar da Saúde Mental 

Quarentena: Indicações de Livros para Ler e Refletir nos dias de isolamento 

36 Livros sobre Saúde Mental 

Coronavírus: 10 Dicas para lidar com autistas na quarentena 

A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia 



Para ficar por dentro das minhas novidades:

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/ 

TikTok: https://www.tiktok.com/@benoliveira1

Comentários

Mais lidas da semana