Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lovestruck In The City: Série sul-coreana explora as emoções e fases dos relacionamentos amorosos

Diferente de muitos doramas coreanos que são mais longos, Lovestruck In The City tem um ritmo mais ágil e leva o telespectador para os encontros e desencontros de três casais que fazem parte do mesmo círculo social, em uma linguagem mais interativa, na qual os personagens contam suas próprias versões em frente às câmeras. A série de 2020 está disponível na Netflix . Para quem não tem muito contato com o universo dos dramas coreanos, a série dirigida por Park Shin-woo é uma boa opção, já que os episódios são curtos em relação ao formato tradicional e trazem o desenvolvimento dos relacionamentos desde os primeiros episódios – fugindo um pouco do padrão no qual o telespectador tem que assistir até o final para ver os personagens se declarando e sofrendo silenciosamente. Outro diferencial em relação a muitas produções coreanas é que os atores se beijam mais e o roteiro aborda assuntos que ainda são tratados como tabus por muitas séries da Coreia do Sul, como o sexo. Porém, embora se apro

Quarentena: À Espera do Impeachment de Bolsonaro

A programação para o dia de quarentena de hoje é: dançar como se ninguém estivesse olhando.


Já estou me preparando para a festa do Impeachment do Jair Bolsonaro, gente. Vou até treinar coreografia já

Quem perdoa é Deus (ou o universo, que seja). Vocês que votaram nele, espero que fiquem conscientes do sangue nas mãos. Não só do Covid-19, né? Mas de tantas atrocidades que esse DesGoverno já cometeu. #ForaBolsonaro

Só não desejo que o diabo carreguem vocês, porque é melhor ficarem lá no Céu de Corona, bem longe de mim. Evitando compartilhar o espaço com pessoas infectadas pelo BolsoVid-17.

Querido Diário de Quarentena, o tédio é tanto que antigos hiperfocos estão voltando: canto e dança, por exemplo, e estou deixando de lado temporariamente a escrita e a leitura. HELP.

Se continuar desse jeito, daqui a pouco estou lutando de novo e/ou virando hacker.

Alguém mais voltando para velhos hiperfocos? Que seja temporariamente? Aleluia.


***
Estava pensando em como a gente gosta de se machucar. Bolsonaro e seus filhos são puro Chernobyl e a gente fuça Twitter para ver as novidades, como se eles tivessem alguma relevância. A verdade é que Bolsonaro é só um fantoche mal costurado com a língua grande.
***
Se eu quisesse, poderia facilmente 'desligar as emoções' (shutdown) e meter o foda-se sobre a pandemia. Penso que muitos vampiros da ficção foram inspirados em pessoas no espectro autista. Mas, não, insisto em ajudar a combater a desinformação, pois sei que milhares de inocentes morrerão.

Hipersensibilidade sensorial, controle e descontrole emocional, expressões faciais que não envelhecem tanto ao longo do tempo, entre outras coisas.

Já disse uma vez e repito: o momento não pede negação nem omissão. Acorda, Brasil. Se eu já sentia vontade de dar livrada no Brasileiro antes da Pandemia, imagina nessa semana?



Sobre o autor – Ben Oliveira foi diagnosticado autista (Síndrome de Asperger) aos 29 anos, é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.


Leia também: 

Dançar na chuva é arte: 10 Dicas para manter a paz nos dias de Quarentena 

Autismo: 10 Problemas na busca do diagnóstico de Síndrome de Asperger para adultos 

Fake News de Saúde e Autismo: 10 Desafios de Combater o Charlatanismo 

Avaliação Neuropsicológica: 5 Motivos para ler o livro 

Feliz Ostara: 10 Indicações Aleatórias de Livros para Ler 

Carta Aberta: Jair Bolsonaro Nunca Foi Opção (Ben Oliveira)  

Fique Em Casa: A Importância de Aceitar a Realidade e Cuidar da Saúde Mental 

Quarentena: Indicações de Livros para Ler e Refletir nos dias de isolamento 

36 Livros sobre Saúde Mental 

Coronavírus: 10 Dicas para lidar com autistas na quarentena 

A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia 

DesGoverno: Artistas respirando por aparelhos e espíritos apodrecidos 

Reflexos da falta de investimento em educação e cultura e hipervalorização do dinheiro 

Quarentena: Detox de notícias, da apatia e da alienação coletiva 



Para ficar por dentro das minhas novidades:

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/ 

TikTok: https://www.tiktok.com/@benoliveira1

Comentários

Mais lidas da semana