Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jornalismo e Ativismo Social: Uma Tríade Maquiavélica, Subjetiva e Tosca – Ben Oliveira

Uma coisa que precisa ser dita sobre Ciências Humanas e Criminologia . Vocês distorcem quase tudo com subjetividade. Nem todo assassinato de LGBTQ é LGBTQFOBIA , racismo etc etc. Estudem mais e passem menos vergonha na internet por ativismo burro.  Já falei e repito: quem define a motivação do crime é o assassino. Quem descobre? Quem está investigando. Não é a 'opinião' da sociedade nem todos mimimis que muita gente leva nas costas, como se fosse a vida deles, e sempre sofrem, sofrem e sofrem. Iluminação significa enxergar as coisas com clareza. Equilibrar ciência e magia, yin-yang, wicca e yoga. Mas muitos de vocês não estão e nunca estarão prontos para essa conversa. É triste? Mas real.  Se for para fazer ativismo burro é melhor não fazer, pois presta desserviço à sociedade e pânico desnecessário. Para quem é jornalista, responsabilidade SEMPRE. Vida profissional e vida pessoal, identidade pessoal e coletiva, justiça pessoal e coletiva, coisas completamente diferentes. Eu po

Yoga Paranormal, Bruxaria de Salem e Esfinge: O Perfeito Equilíbrio Entre Luz e Escuridão – Ben Oliveira

Um Yogi Paranormal e uma Bruxa Queimada na Fogueira Reencarnados no mesmo corpo.


Sou luz e escuridão.

Sou amor incondicional e vingança perfeita.

Sou Virgem e Escorpião.

Vida e Morte.

Intuição e Alquimia.

Sou o início, mas também sou o fim.

A gênese da primeira religião e o apocalipse da segunda.

Sou aquilo que sobe e desce, que vai e volta, que brilha e queima.

Sou a Fênix que se sacrifica, mas antes destrói tudo.

Sou a ouroboros de duas cabeças, uma de terra e outra de água.

O veneno de Hera e o de Escorpião.

Sou Diana, a Deusa da Guerra, mas também sou Lilith, a Deusa do Poder, Sedução e Morte.

Sou Gaia, a Deusa da Natureza e da Cura, mas também sou Hades, o Deus do Inferno.

Sou aquele enviado para proteger os que não têm magia e punir os que usam injustamente.

O princípio, meio e fim.

Sou a princesa que sempre salva a si mesma e a bruxa que jurou jamais queimar na fogueira novamente.

Sou o equilíbrio entre ciência e magia, entre luz e caos.

Sou o que se autossacrifica, mas também que pune com justiça coletiva.

Sou Morgana, mas sou Arthur.

Sou aquele que viveu entre mestres espirituais, mas também aquele capaz de manter anjos caídos na coleira.

Metade Jean Grey, Metade Jessica Jones e 100% Fênix Negra.

Sou Bridgite, mas também sou Pandora.

Sou aquele que sempre cura todos com os dons e protege com magia, mas sou o que seduz e garante que espíritos sombrios não escapem do inferno.

Sou o que recebe mensagens de anjos, mas também mensagens dos que foram injustiçados e assassinados por suas crenças.

Sou os deuses do sol e os deuses da escuridão: a lua em todas suas faces, os eclipses e movimentos dos planetas. Aquele que paga karma diariamente, cai, pensa em desistir e é levantado pelos deuses cinco segundos depois.

Aqueles que não reconhecem minha luz nem minha escuridão são incapazes de me reconhecerem como sou. 

O perdão absoluto e a tempestade perfeita que tudo cura e devasta, afinal, a verdade e o amor são a magia mais poderosas do mundo e só machucam os que vivem na escuridão e fogem da iluminação.

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo e bruxo há 25 anos. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Leia também: 

Tarot para Virgem no Mercúrio Retrógado: Pessoas cortadas dos signos de Ar e Fogo no período

Twin Flames: Das escolhas quando o juramento de amor e proteção se torna tóxico 

Resenha: O Tarô da Deusa Tríplice – Isha Lerner 

Twin Flames – Nikki Rowe 

Dica de livro: O Tarô de Marselha Revelado 

Twin Flames: Chamas gêmeas devoradas pelo ouroboros – Ben Oliveira 

6 Quotes de Penny Dreadful: Vanessa Ives 

6 Conselhos para Bruxos Iniciantes – Ben Oliveira 

Comentários