Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Livro da Ilana Casoy traz anotações sobre os casos Richtofen e Nardoni

Primeira autora nacional publicada pela editora DarkSide Books, a criminólogo, pesquisadora e escritora Ilana Casoy está de volta com um novo livro: Casos de Família. Com lançamento previsto para o dia 27 de dezembro de 2016, a obra, de 528 páginas, já está em pré-venda na Livraria Saraiva e em breve deve estar disponível em outras livrarias e lojas virtuais.

O livro Casos de Família traz anotações das investigações de crimes que atraíram a atenção da mídia e das pessoas e impactaram o cenário policial nacional: o assassinato do casal Richtofen e o assassinato de Isabella Nardoni. Ilana Casoy decidiu compartilhar com os leitores suas observações sobre os bastidores dos crimes polêmicos com materiais registrados durante a pesquisa na Polícia Civil, Científica e Ministério Público.



Conheça o livro Casos de Família, da Ilana Casoy:


A pedido da editora, Ilana Casoy mergulhou em suas anotações particulares para mais uma luxuosa reedição de suas obras, incluindo os inéditos fac-símiles de seus cadernos secretos. Ilana traz para seus leitores o mistério desvendado de comentários originais dela mesma no calor dos acontecimentos e descobertas. Além de acompanhar passo a passo o rumo das investigações e julgamento dos assassinos que romperam a linha da lei e do sagrado, os sentimentos e dúvidas da autora ficam agora expostos ao público.

"As anotações foram escritas no calor dos fatos e trazem observações daqueles momentos. Algumas eu mesma reavaliei depois; mas é interessante mantê-las porque ali está claramente desenhadaa minha linha de pensamento." – ILANA CASOY

Em “Arquivos Richthofen” o leitor vai acompanhar o comportamento dos três assassinos — as contradições e os erros decisivos; a distância de Suzane ao relatar os fatos, o descontrole de seu namorado Daniel na reprodução simulada do crime, os depoimentos e técnicas de investigação da polícia, dos médicos legistas, peritos e especialistas, que não deixaram outra alternativa aos culpados que confessar os assassinatos brutais. A grande novidade fica por conta da transcrição inédita do emblemático debate entre acusação e defesa, com o objetivo de oferecer os detalhes do julgamento nunca publicados.



Em “Arquivos Nardoni” o mergulho é em um dos casos criminais mais polêmicos já ocorridos no Brasil, que contou com um qualificado trabalho da polícia técnico-científica — única “testemunha” do crime. Ilana reconstrói os cinco dias do julgamento de Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá, pai e madrasta de Isabella de Oliveira Nardoni, condenados pelo assassinato dela. A autora foi colaboradora do Ministério Público, que, com a ausência da confissão dos réus, trabalhou com provas periciais irrefutáveis para confrontar a versão do casal no tribunal do júri.


Sobre a autora 


Ilana Casoy é criminóloga e pesquisadora na área de violência e criminalidade. Graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas e especializada em Criminologia pelo Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Tem treinamento em Investigação e Perícia Forense em casos de homicídio pelo U.S. Police Instructor Teams. Atualmente, é Membro Consultivo da Comissão de Política Criminal e Penitenciária da OAB SP. Colaborou com o site do canal Investigação Discovery e dedica-se também à ficção. A especialista em crimes participou de um conselho para explicar o perfil criminal no personagem principal da série Dexter, que se tornou uma das mais cultuadas dos últimos anos. Ilana Casoy atuou como consultora da série escrita por Gloria Perez e dirigida por Mauro Mendonça Filho, Dupla Identidade, na Rede Globo. Consultora de séries e documentários para TV e cinema, dedica-se a uma pesquisa rigorosa para investigar assassinos em série, colaborando em casos reais com Polícia, Perícia, Ministério Público e Advogados de Defesa. Autora dos Arquivos Serial Killers - Louco ou Cruel? e Made in Brazil, pela DarkSide Books.

Ficou interessado no livro Casos de Família? Não se esqueça de adicionar à estante das maiores redes sociais para leitores Skoob e/ou Goodreads

Comentários

  1. Que demais Ben! Para uma amante de livros e séries criminais, esse livro vai ser muito bem vindo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Para quem tem interesse pela temática, a novidade é muito boa. Já estou ansioso para conferir ao vivo como ficou o livro. Antes do final do ano, Casos de Família já deve estar nas livrarias do Brasil ♥
      Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana