Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Subdiagnóstico de autismo, números e incoerências

O brasileiro é muito individualista. Ao mesmo tempo que vejo pessoas reclamando que os números do Censo vão dar abaixo por causa dos subdiagnósticos de autismo, já vi muita gente acusando pessoas com laudo fingirem que eram autistas.


Como explicar a volatilidade? Nem tento entender o que se passa na mente do brasileiro.

Os discursos são sempre contraditórios. Por causa de polarização, todo mundo sai perdendo.

Já vi até gente dizendo que o laudo é só um papel. Se é só um papel, a pessoa, então, não precisa de um diagnóstico? Logo, por que ser contabilizada? Sejam mais coerentes nos discursos.

Incoerências dos brasileiros sobre subdiagnósticos:

– Já vi gente acusando autista de fingir, mesmo a pessoa tendo laudo;

– Já vi gente se posicionando contra diagnóstico precoce, achando que seria ruim, desconhecendo a questão da plasticidade cerebral;

– Já vi gente dizendo que autismo nem deveria ter CID;

– Já vi gente dizendo que o outro não é autista, só porque sabe argumentar e é diferente do …

Últimas postagens

A História do Autismo: 10 Motivos para ler o livro Outra Sintonia

Espectro Autista: Diagnóstico de Adultos com Síndrome de Asperger

Adultos com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) podem precisar de acompanhamento

Transtornos da Aprendizagem: 5 Motivos para ler o livro sobre abordagem neurobiológica e multidisciplinar

Espectro Autista: Discursos confusos e contraditórios minimizam questões complexas

Espectro Autista: Por que evitar comparações?

Neurodiversidade: A Aceitação não significa ignorar a complexidade dos autismos

Mais lidas da semana