Pular para o conteúdo principal

Destaques

Happy Old Year: Filme explora a linha tênue entre o desapego e a nostalgia

O filme tailandês Happy Old Year , de 2019, nos faz pensar sobre as relações que construímos com as coisas que guardamos ao longo da vida. Com direção e roteiro de Nawapol Thamrongrattanarit, a obra está disponível na Netflix. Chutimon Chuengcharoensukying interpreta Jean, uma mulher que deseja fazer um escritório em sua casa, mas se dá conta de que há uma pilha de objetos inutilizados pela casa. Interessada e inspirada pelo minimalismo, se dependesse só dela, ela colocaria tudo em sacos de lixo e jogaria fora, o que ela descreve como buracos negros, porém, à medida que ela coloca o seu plano em ação, Jean percebe que não será tão fácil como imaginava. Com a resistência da família a mudar, Jean encara de frente sua missão, doa em quem doer. O que deveria ser fácil e prático para ela, cuja necessidade é vista até mesmo como egoísmo, acaba se desdobrando em várias situações, fases e etapas conforme ela mergulha nas histórias, memórias e emoções que estão vinculadas aos objetos, especialm

Especialista em Marketing e MBA fez palestra sobre Tsunami Marketing na UCDB

Hoje (26) aconteceu no anfiteatro do bloco A da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), uma palestra sobre Tsunami Marketing com o professor dos cursos de MBA e pós-graduação de diversas instituições, Marcos Hiller. O evento contou com a participação de estudantes e docentes de publicidade, jornalismo e pós-graduação da UCDB.

Hiller que é formado em marketing pela ESPM-SP, especializado em Marketing de Serviços pela FAAP-SP e  MBA em Gestão de Marcas (Branding) na Universidade Anhembi Morumbi, começou a palestra falando sobre Ética.

Após apresentar alguns conceitos de marketing, como o de Peter Drucker que é considerado o pai da administração moderna, o palestrante contou o Case da New Coke em que Sérgio Zyman cometeu um erro de marketing.

Zyman retirou os produtos com a fórmula original da Coca-Cola do mercado e substituiu pela New Coke que tinha um gosto mais doce e suave, entretanto os consumidores não gostaram da idéia e após 3 mêses a Coca-Cola trouxe de volta aos mercados a conhecida Coke Classic.

O cenário é novo!

Marcos Hiller comentou sobre o cenário novo em que vivemos, coisas que não existiam ou não eram importantes há 10 anos atrás, como: Orkut, Blackberry, MSN, Obama, Google, iPod, Twitter, Facebook, Linked In, Youtube, iPhone, iPad, GPS, Bluetooth, Blu-ray.


"O Obama é um símbola dessa nova era", disse o palestrante, que falou sobre a campanha "Obama for America", vencedora do Leão de Cannes, que utilizou ferramentas e redes sociais para conquistar eleitores.

Marca & Branding

De acordo com Hiller, existem milhões de ranking de marcas no mundo e não existe um consenso entre eles. Algumas marcas que estão nos principais ranking são: PUMA, GAP, Starbucks, Apple e Marlboro.

Um bom exemplo do poder da marca, é o consumidor que prefere comprar um produto mais caro que , muitas vezes, não é diferente de um mais barato de outra marca. "Toda marca traz uma promessa, até mesmo através de um Slogan", contou o palestrante.

"Branding é o estudo da marca, o termo surgiu da palavra 'brand' que significa 'marca' em inglês". Marcos Hiller explicou que branding é o gerenciamento da marca, ressaltando que ele não está somente relacionado ao design e que ele deve ser feito a longo prazo.

A Coca-Cola e a Pepsi foram mostradas como exemplo de branding, enquanto a primeira não mudou o logo desde o início, a Pepsi sofreu uma série de transformações.

O palestrante propôs o seguinte exercício de branding aos presentes: se escondermos a marca e você souber qual é a marca, significa que ela fez um trabalho de branding bem feito. E ainda acrescenta: "Quando você não faz branding bem feito, você faz propaganda de graça para o líder da categoria".

Livros sugeridos pelo palestrante

» "O fim do marketing como conhecemos", escrito pelo ex-diretor de marketing da Coca-Cola, Sérgio Zyman.

» "Don't bother me Mom - I'm learning", com tradução literal "Não me encomode mãe, eu estou aprendendo", o livro escrito por Marc Prensky fala sobre a Geração Y.

Comentários

Mais lidas da semana