Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Candyman – Clive Barker

Um presente para os leitores de Clive Barker, assim é a edição para colecionadores de Candyman, publicada pela editora DarkSide Books, em janeiro de 2019, com tradução de Eduardo Alves e posfácio de Carlos Primati.


Encontre o livro Candyman (Clive Barker): https://amzn.to/2ZdA32y

Candyman (The Forbidden) é um conto, portanto a leitura é enxuta, mas envolvente, e transporta o leitor para o clima de lendas urbanas. Embora já não sejam mais comuns na tradição oral e tenham ganhado o ambiente virtual, histórias sobre acontecimentos assustadores e questionáveis fazem parte da existência humana.

Com uma atmosfera sombria e mais urbana, Clive Barker leva o leitor ao gueto, onde a violência e a criminalidade por si só já contrastam com a realidade de outros bairros da cidade e acabam tão banalizadas que a história faz a personagem principal, Helen, se interessar pelo caso contado por uma das moradoras.

“E as histórias que contaram para ela – seriam confissões de crimes não cometidos, relatos do …

Filme: Evil Angel

O filme foi dirigido e escrito pelo cineasta independente, Richard Dutcher. Além de produzir, ele interpretou um personagem em Evil Angel. O filme de terror lançado em 2009, conta a história de Lilith.

Segundo a mitologia, Lilith foi a primeira mulher de Adão e ela teria sido feita da mesma argila que Deus utilizou para fazer Adão. Cansada de ser submetida ao homem, ela vai embora do paraíso. Para alguns ela é tida como demônio, para outros como uma deusa.

A história começa com uma dualidade: ao mesmo tempo em que um homem está desesperado fugindo de Lilith e em rumo à sua morte, uma mulher grávida está em trabalho de parto, trazendo uma nova vida ao mundo.

Após a morte de uma prostituta, diversos eventos estranhos começam a acontecer e todos eles relacionados a experiências de quase morte. A forma encontrada por Lilith para continuar vagando na terra é possuindo corpos, mas essa posessão só acontece quando uma pessoa quase morre e é trazida de volta a vida.

Muitas coisas no filme não tem nexo. A imagem que o filme passa sobre Lilith, é de um demônio desocupado que na falta do que fazer tem como um hobby matar pessoas. Algumas de suas vítimas são aleatórias e outras têm uma suposta ligação com o corpo que ela possuiu.

Evil Angel tem duas horas de duração e até determinado momento, a produção consegue prender a atenção do telespectador, mas depois torna-se mais um daqueles filmes entediantes, longos e óbvios. De certa forma, o filme acaba se tornando um fardo pesado ao telespectador assistir até o final.

Trailer

Comentários

  1. Adoro essa mitologia que para un a lilith é uma deusa e para outros ela é um demônio, como a bíblia influencia em certas escolhas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana