Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Neurociências, ajustes e discussões que vão além do social

O céu de um autista pode ser o inferno do outro. Somos diferentes em todos critérios. Cada caso é um caso.



Comparar um autista como eu, que sou camaleão e tenho autonomia com um que precise de mais apoio e tenha mais limitações sensoriais não seria justo.

Eu ressalto que todo autista deve lembrar disso quando produzir conteúdo. Não adianta achar que existe um modelo único de inclusão, se ao priorizar algumas coisas, você deixa de lado outras. Por isso, abordar a questão do autismo é algo muito complexo. Da mesma forma, que não existe um personagem da ficção ou uma pessoa autista que vai representar o espectro autista inteiro.

Os ajustes que são feitos para alguns, podem ser desajustes para outros. Por isso dizemos que existem vários autismos, independente do grau.
Do mesmo modo que não existem dois autistas iguais, não existem dois aspies iguais (pessoas com Síndrome de Asperger); não existem dois aspies com superdotação iguais (pessoas com Dupla Excepcionalidade). Somos todos diferent…

Filme: Evil Angel

O filme foi dirigido e escrito pelo cineasta independente, Richard Dutcher. Além de produzir, ele interpretou um personagem em Evil Angel. O filme de terror lançado em 2009, conta a história de Lilith.

Segundo a mitologia, Lilith foi a primeira mulher de Adão e ela teria sido feita da mesma argila que Deus utilizou para fazer Adão. Cansada de ser submetida ao homem, ela vai embora do paraíso. Para alguns ela é tida como demônio, para outros como uma deusa.

A história começa com uma dualidade: ao mesmo tempo em que um homem está desesperado fugindo de Lilith e em rumo à sua morte, uma mulher grávida está em trabalho de parto, trazendo uma nova vida ao mundo.

Após a morte de uma prostituta, diversos eventos estranhos começam a acontecer e todos eles relacionados a experiências de quase morte. A forma encontrada por Lilith para continuar vagando na terra é possuindo corpos, mas essa posessão só acontece quando uma pessoa quase morre e é trazida de volta a vida.

Muitas coisas no filme não tem nexo. A imagem que o filme passa sobre Lilith, é de um demônio desocupado que na falta do que fazer tem como um hobby matar pessoas. Algumas de suas vítimas são aleatórias e outras têm uma suposta ligação com o corpo que ela possuiu.

Evil Angel tem duas horas de duração e até determinado momento, a produção consegue prender a atenção do telespectador, mas depois torna-se mais um daqueles filmes entediantes, longos e óbvios. De certa forma, o filme acaba se tornando um fardo pesado ao telespectador assistir até o final.

Trailer

Comentários

  1. Adoro essa mitologia que para un a lilith é uma deusa e para outros ela é um demônio, como a bíblia influencia em certas escolhas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana