Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: O Colecionador – John Fowles

Thriller de estreia do escritor John Fowles , O Colecionador (The Collector) abordou um assunto que tem se tornado cada vez mais comum, mas que para a época poderia ser chocante. A edição da DarkSide Books publicada em 2018, com tradução de Antônio Tibau , conta com uma introdução instigante escrita pelo Stephen King .  Compre o livro O Colecionador (John Fowles):  https://amzn.to/3KuKcAE Narrado em primeira pessoa por Clegg , um entomologista que coleciona borboletas e fica obcecado por Miranda , uma jovem estudante de arte, O Colecionador impressiona pela data original de publicação, 1963 . Dá para perceber a clara influência que o livro teve em outras obras de suspense e thriller em diferentes formatos midiáticos. O que nos dias atuais pode parecer até trivial devido às notícias e popularização de narrativas ficcionais e reais sobre stalkers , só consigo imaginar a força que o romance thriller teve quando foi lançado. Clegg oscila entre a ingenuidade de um amor platônico e a poss

Filme: Evil Angel

O filme foi dirigido e escrito pelo cineasta independente, Richard Dutcher. Além de produzir, ele interpretou um personagem em Evil Angel. O filme de terror lançado em 2009, conta a história de Lilith.

Segundo a mitologia, Lilith foi a primeira mulher de Adão e ela teria sido feita da mesma argila que Deus utilizou para fazer Adão. Cansada de ser submetida ao homem, ela vai embora do paraíso. Para alguns ela é tida como demônio, para outros como uma deusa.

A história começa com uma dualidade: ao mesmo tempo em que um homem está desesperado fugindo de Lilith e em rumo à sua morte, uma mulher grávida está em trabalho de parto, trazendo uma nova vida ao mundo.

Após a morte de uma prostituta, diversos eventos estranhos começam a acontecer e todos eles relacionados a experiências de quase morte. A forma encontrada por Lilith para continuar vagando na terra é possuindo corpos, mas essa posessão só acontece quando uma pessoa quase morre e é trazida de volta a vida.

Muitas coisas no filme não tem nexo. A imagem que o filme passa sobre Lilith, é de um demônio desocupado que na falta do que fazer tem como um hobby matar pessoas. Algumas de suas vítimas são aleatórias e outras têm uma suposta ligação com o corpo que ela possuiu.

Evil Angel tem duas horas de duração e até determinado momento, a produção consegue prender a atenção do telespectador, mas depois torna-se mais um daqueles filmes entediantes, longos e óbvios. De certa forma, o filme acaba se tornando um fardo pesado ao telespectador assistir até o final.

Trailer

Comentários

  1. Adoro essa mitologia que para un a lilith é uma deusa e para outros ela é um demônio, como a bíblia influencia em certas escolhas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana