Pular para o conteúdo principal

Destaques

Passarinha: Livro sobre garota autista e seu pai lidando com o luto

Uma garota pré-adolescente no espectro autista (Síndrome de Asperger) chamada Caitlin perde o irmão em um tiroteio na escola e, além da dificuldade de entender e ser entendida pelos outros no colégio, ela tenta ajudar o pai a superar a morte de Devon. Assim é a trama do livro Passarinha (Mockingbird), da escritoraKathryn Erskine, publicado no Brasil pela Editora Valentina, em 2013.

Compre o livro Passarinha (Kathryn Erskine): https://amzn.to/2RV5PSt

Acredito muito no poder da literatura de entreter, informar e conscientizar sobre temas que nem sempre são abordados de forma suficiente na mídia ou que não são tão humanizados – a ficção ajuda com a empatia. Livros como Passarinha, A Diferença Invisível e Em Algum Lugar nas Estrelas deveriam ser trabalhados em salas de aula, levando em conta questões que vão além da literatura e ajudam na reflexão sobre inclusão social, amizade e relacionamentos de pessoas no espectro autista.

Narrado em primeira pessoa pela Caitlin, o livro Passarinha to…

Resenha Eu - Ricky Martin


Texto: Ben Oliveira

Quando o meu namorado me falou sobre o livro do Ricky Martin, eu nunca pensei que pudesse gostar de lê-lo. Ele me disse que ia emprestá-lo para mim e eu sem muita seriedade disse que toparia ler, mas que depois ele teria que aguentar as críticas negativas sobre a obra. Como grande parte dos preconceitos são derrubados quando você encara a verdade, esta biografia me surpreendeu.

"Eu" é o nome do livro escrito por Ricky Martin, publicado no Brasil, em 2010, pela editora Planeta. Não é tão difícil imaginar sobre o que o livro se trata pelo seu título e gênero literário, a biografia, mas para quem esperava uma espécie de glorificação do ego do cantor, a obra é muito mais do que isso.

A autobiografia de Ricky Martin me impressionou, pois apesar do famoso cantor e ator porto-riquenho ter uma carreira interessante para ser contada, principalmente por causa do preconceito em relação à América Latina e como ele conseguiu se tornar conhecido no mundo, ele não se focou só na sua vida profissional e em detalhes frívolos da sua vida pessoal.

Mais do que conhecer como foram os anos iniciais da carreira de Ricky Martin, sua participação no grupo Menudos e sua ascensão, com o livro o leitor conhece sobre a necessidade do cantor de buscar o equilíbrio e sua transformação espiritual, além de relatos sobre a sua sexualidade, um dos motivos que possivelmente devem ter atraído muitos compradores da biografia e um tema muito interessante, o tráfico de pessoas e exploração sexual.

Durante o livro, Ricky Martin mostra um pouco dos seus dias ruins, como as consequências do excesso de trabalho e da invasão de privacidade, entretanto o cantor não perde o positivismo, compartilhando algumas coisas que aprendeu ao longo de sua jornada e incentivando os leitores a seguirem os seus sonhos e buscarem o equilíbrio.

Talvez um dos pontos mais interessantes do livro seja o trabalho realizado pelo cantor para ajudar a diminuir o tráfico sexual de crianças, uma prática bastante comum em países como a Índia, na qual as famílias submetem seus filhos a isso em troca de dinheiro ou quando são enganados.

Cada um sabe as facilidades e dificuldades que cada um tem para expor sua orientação sexual. Para Ricky Martin, além dos conflitos internos e dúvidas, antes de ter coragem de revelar que é gay para os outros, o homem teve que enfrentar os seus medos, para perceber que às vezes nossos piores terrores são obra de nossa imaginação. Ao compartilhar os seus medos e o processo que passou, Ricky Martin não está só ajudando a si mesmo, mas também a milhares de pessoas que têm pavor de se olharem no espelho, se aceitarem do jeito que são e não terem vergonha de si mesmas.

Seja para entender mais sobre a paixão de um músico e entender os desafios e maravilhas encontradas ao longo do caminho da fama, saber mais sobre a busca espiritual de um ídolo, ver um gay saindo do armário publicamente e aprender que todos têm a sua hora certa ou ficar chocado com a prática do tráfico de pessoas e exploração, eu recomendo a leitura de "Eu", escrito pelo Ricky Martin. E se você tem tanto preconceito quanto eu tive antes de começar a lê-lo, ao menos leia para formar suas próprias opiniões com sabedoria e quem sabe compreender mais sobre a vida.

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Uau muito boa sua análise do livro. Eu sou fã do Ricky à alguns anos e o conheço pessoalmente. Ele é um ser humano incrível, iluminado.
    Um grande abraço,
    Claudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claudia, fico muito feliz que tenha gostado da resenha do livro, ainda mais sabendo que você é fã dele!
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço!

      Excluir
  3. Te aconselho a ler em espanhol, a tradução para o portugues é muito ruim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela recomendação! Não sou muito fã de ler livros repetidos. Também acredito que os livros escritos na língua nativa do escritor são melhores!

      Excluir
  4. SE VOÇE SE SURPRENDEU COM O LIVRO ESPERE O POIS AGORA VIRA UM INFANTIL QUE ELE ESTA ESCREVENDO ELE ESTA CONTRUINDO UM COLEGIO PRA AS CRIANÇAS IR APRENDER UMA PROFIÇAO ELE MESMO FAI ACOMPANHA O ANDAMENTO DA OBRA PESSOALMENTE

    ResponderExcluir
  5. Realmente o livro é muito bom e podemos ter um vislumbre do homem que existe por trás do astro, mas se vc tiver oportunidade, leia no espanhol, é mais intenso e emocionante. Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  6. Eu também li o livro e adorei! Parabéns pela resenha, muito bem escrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me surpreendi com o livro. Não sou muito fã de ler obras produzidas por artistas que não sejam do meio literário, mas acabei gostando muito.
      Obrigado pela visita e comentário!
      Abraços

      Excluir
  7. Gostei dá Resenha , vou ler. Boas festas e um feliz 2014!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana