Pular para o conteúdo principal

Destaques

Subdiagnóstico de autismo, números e incoerências

O brasileiro é muito individualista. Ao mesmo tempo que vejo pessoas reclamando que os números do Censo vão dar abaixo por causa dos subdiagnósticos de autismo, já vi muita gente acusando pessoas com laudo fingirem que eram autistas.


Como explicar a volatilidade? Nem tento entender o que se passa na mente do brasileiro.

Os discursos são sempre contraditórios. Por causa de polarização, todo mundo sai perdendo.

Já vi até gente dizendo que o laudo é só um papel. Se é só um papel, a pessoa, então, não precisa de um diagnóstico? Logo, por que ser contabilizada? Sejam mais coerentes nos discursos.

Incoerências dos brasileiros sobre subdiagnósticos:

– Já vi gente acusando autista de fingir, mesmo a pessoa tendo laudo;

– Já vi gente se posicionando contra diagnóstico precoce, achando que seria ruim, desconhecendo a questão da plasticidade cerebral;

– Já vi gente dizendo que autismo nem deveria ter CID;

– Já vi gente dizendo que o outro não é autista, só porque sabe argumentar e é diferente do …

Escritora ministra Oficina Online de Criatividade Literária

A escritora Giselle Jacques está ministrando uma Oficina Online de Criatividade Literária. A oficina conterá 15 aulas (módulos) com teoria e prática, com uma aula por semana em média e ao final do curso será produzida uma coletânea com os melhores trabalhos do grupo.

Entre os conteúdos do curso de criatividade literária estão: Conto, Poesia, Ponto de Vista, Narração, Personagens, Diálogos, Gêneros e Livre Criação.

A oficina é voltada pra quem deseja ampliar as possibilidades criativas, com técnicas e exercícios. "Não é minha pretensão ensinar ninguém a escrever. Muito menos afirmar: faça a oficina e torne-se um autor. NÃO! O que costuma acontecer é a gente "acordar não-criativo"", afirma Giselle Jacques.

Sobre a ministrante – Giselle Jacques é jornalista por formação pela PUC-RS, pós-graduada em Produção Cinematográfica. Trabalhou como redatora, e como roteirista e diretora de publicidade e cinema por 12 anos. Nesse tempo, acumulou prêmios de curta-metragem e alguns concursos literários. Por quase três anos foi professora universitária de Publicidade e Propaganda. Ministra oficinas e cursos desde 1998. A maioria deles com foco em roteiro e literatura. Atualmente, ganha a vida como escritora profissional. Giselle é romancista com dois títulos lançados e editora-chefe do Grupo Editorial Escândalo.

Para mais informações, acesse: http://litercriativa.blogspot.com.br/

Comentários

Mais lidas da semana