Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Conto Pesadelos de Catarina agora no Wattpad

Recentemente criei minha conta no Wattpad, mas ainda não tinha postado nenhuma narrativa minha lá... Para quem gosta ou tem curiosidade de ler meus textos, publiquei nesta madrugada o conto Pesadelos de Catarina!
Conto Pesadelos de Catarina
Capa do conto Pesadelos de Catarina,
criada por mim para o Wattpad.

Sinopse: Catarina é uma mulher atormentada com seus sonhos diariamente. As coisas começam a fugir de controle quando ela resiste a procurar ajuda.

O conto foi escrito para um desafio com o tema Pesadelos, organizado pela Revista Pacheco e publicado num eBook grátis chamado A Hora do Pesadelo, em 2013.

Ficou interessado? Acesse o link do conto Pesadelos de Catarina no Wattpad e leia: http://www.wattpad.com/story/28538042-pesadelos-de-catarina

Sobre o Wattpad – É uma comunidade das maiores comunidades de leitores e escritores do mundo. Uma plataforma social que conecta pessoas através das palavras, possibilitando a leitura e escrita de qualquer aparelho: Celular, Tablet ou Computador.

Sobre o autor – Meu nome é Ben Oliveira. Sou formado em Jornalismo, blogueiro e sou apaixonado por livros e escrita. Até o momento, tenho 7 contos publicados em coletâneas impressas, premiado em 3º lugar no Concurso de Narrativas Morro Reuter (RS), em 2013, e um dos pré-selecionados do Prêmio SESC de Literatura 2013/2014 com um original de romance,

Comentários

  1. Deu nó na minha mente confusa... no final ela teve um pesadelo ou não? Estou aqui até agora tentando decifrar, já passei por alucinações e surtos psicóticos (claro que eu não me lembro, só sei o que me disseram) e sempre me ficou a sensação: estava sonhando ou acordada? O que foi real e o que foi minha criação? Me identifiquei bastante, ter essas perturbações mentais são mesmo um conto de horror!! Adorei a história, muito bem escrita!

    http://www.gotinhasdeesperanca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michele!
      Essa confusão é proposital! Este jogo entre real e ficção, pesadelo e alucinação. É como se fosse um sonho dentro de outro, uma história dentro de outra. Gosto desta brincadeira, desta loucura dos personagens.
      Abraços e muito obrigado pela leitura!!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana