Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Candyman – Clive Barker

Um presente para os leitores de Clive Barker, assim é a edição para colecionadores de Candyman, publicada pela editora DarkSide Books, em janeiro de 2019, com tradução de Eduardo Alves e posfácio de Carlos Primati.


Encontre o livro Candyman (Clive Barker): https://amzn.to/2ZdA32y

Candyman (The Forbidden) é um conto, portanto a leitura é enxuta, mas envolvente, e transporta o leitor para o clima de lendas urbanas. Embora já não sejam mais comuns na tradição oral e tenham ganhado o ambiente virtual, histórias sobre acontecimentos assustadores e questionáveis fazem parte da existência humana.

Com uma atmosfera sombria e mais urbana, Clive Barker leva o leitor ao gueto, onde a violência e a criminalidade por si só já contrastam com a realidade de outros bairros da cidade e acabam tão banalizadas que a história faz a personagem principal, Helen, se interessar pelo caso contado por uma das moradoras.

“E as histórias que contaram para ela – seriam confissões de crimes não cometidos, relatos do …

Livro de fantasia sobre bruxos, O Círculo foi lido por mais de 2 mil leitores

Quando o Wattpad estreou e pouca gente conhecia no Brasil, publicar algo lá, para mim, não era uma opção. No meu primeiro contato com a plataforma de histórias online, acabei publicando um conto de terror que já havia sido publicado em alguns sites literários. Somente depois de um acidente e alguns meses, decidi soltar um livro completo lá: O Círculo (Os Bruxos de São Cipriano #1).


Enquanto escrevia O Círculo, havia planejado que ele seria o primeiro de uma série de fantasia com temática de bruxaria com um total de cinco livros. Como escritor brasileiro, ciente das transformações do mercado editorial e das dificuldades que vários colegas autores enfrentam para publicar suas obras literárias, o projeto não teria tanto potencial em uma editora tradicional. O Wattpad acabou servindo como uma vitrine para leitores, me ajudando a entender de que forma as pessoas reagem aos personagens, as reviravoltas e demais elementos da narrativa.

Gosto de comemorar cada pequena conquista, cada leitor que entra em contato com minha produção literária. Sem os feedbacks em forma de comentários, mensagens e votos, provavelmente eu não teria desistido de escrever, mas estaria bem desanimado – a realidade do escritor independente no Brasil não é das melhores.

O primeiro livro da série de fantasia urbana com temática de bruxaria já passou de 111 mil leituras (segundo as métricas do Wattpad, que some as partes lidas). Uma média de mais de 2400 leitores já leram o livro completo, sem levar em conta, como acontece com muitos livros, as pessoas que começam a ler e param. Em muitos casos, muitas pessoas não se adaptam ao Wattpad e/ou preferem livros impressos ou até mesmo eBooks.

Muita gente gostou tanto de O Círculo, que acabou lendo a continuação, O Livro. O segundo livro já conta com mais de 37 mil leituras no Wattpad e no momento estou escrevendo e publicando O Sangue (Os Bruxos de São Cipriano #3).

Há algo bem intenso quando o escritor se conecta com os seus personagens, especialmente quando se dá conta de que os leitores foram tocados de alguma forma por eles. Além de notar como as percepções das pessoas se transformam nos diferentes capítulos, como criador, eu mesmo preciso guiar e ser guiado pelos personagens.

Embora a remuneração financeira seja importante para que o escritor continue produzindo e ainda é um assunto bem espinhoso no Brasil, seja pelo baixo interesse pelos livros, falta de investimento de editoras em obras escritas por autores nacionais e pela questão dos royalties, acredito que esse contato com os leitores e suas reações é uma das partes gostosas da jornada criativa.

Eu amo escrever. É algo que me move e é a maneira que eu encontrei para me conectar com o mundo. Embora seja companheiro da solidão no processo de criação, fico bem feliz de perceber como a internet ajudou a dar espaço para escritores que não o teriam em meios tradicionais – é uma equação complexa que está muito além da qualidade literária, independente do gênero.

“Jess sabia que um livro não era só um livro. Tudo tinha um significado. Havia uma teia invisível que conectava as palavras. Era como magia” – Ben Oliveira, O Livro (Os Bruxos de São Cipriano #2)

Os laços com os leitores estão além do Wattpad. Com as diferentes mídias sociais, o público em cada plataforma também é bem diverso. De repente, me dou conta que leitores que leram as versões impressas e eBooks dos meus romances e contos também encontram o meu caminho. Como alguém que tem muita dificuldade de interação social, fico grato de como as redes sociais facilitaram encontros e trocas que nem sempre seriam possíveis ao vivo, não só pela questão da distância geográfica.

Ainda estou bem distante da vida que gostaria. Como muitos escritores, também tenho o sonho de poder viver de escrita um dia – ainda que a cada ano que passa, embora a tecnologia tenha ajudado com algumas coisas, também tem atrapalhado de outras. Permaneço na minha jornada de escritor, esperançoso de que, por mais que os desafios de ser autor independente no Brasil sejam diários, também sobre espaço para agradecer pelas pequenas vitórias e reconhecer que alguns sacrifícios dão resultados.


*Para quem não gosta do Wattpad, O Círculo está disponível para Kindle na Amazon.

Sobre o autor – Ben Oliveira é escritor, blogueiro e jornalista por formação. É autor do livro best seller brasileiro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Assista ao vídeo mais recente publicado no meu canal do YouTube:



Para ficar por dentro das minhas novidades, me acompanhe nas redes sociais:

Facebook: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

Twitter: https://twitter.com/Ben_Oliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/

Comentários

  1. Oi, tudo bem?
    Parabéns pela conquista! Que venham cada vez mais leitores!
    Conheci você pelo twitter e descobri seu livro no wattpad. Adorei a sinopse e já acionei lá para ler!
    Eu também sou escritora, mas minhas autorais ainda não fazem tanto sucesso quando minhas fanfics (mesmo que essas também não façam tanto sucesso assim.. rsrs...), mas fico feliz com a repercussão e as criticas que recebo!

    Beijuss;
    Mente Hipercriativa
    FanPage Mente Hipercriativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Helaina! Seja bem-vinda por aqui. Muito obrigado pelo comentário.
      Gosto de celebrar pequenas vitórias. Ser escritor no Brasil é um trabalho de formiguinha. Dia após dia, leitor por leitor. Persista!
      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana