Pular para o conteúdo principal

Destaques

Série documental da Netflix explora caso em aberto de assassinato de francesa na Irlanda

Para quem gosta de histórias criminais internacionais e investigações problemáticas, o documentário Sophie: A Murder in West Cork apresenta o caso intrigante de Sophie Toscan du Plantier , uma francesa que foi assassinada em uma região da Irlanda e devido a inúmeras situações, pairam dúvidas sobre omissões e responsabilização do culpado pelo crime. A série documental está disponível na Netflix e foi lançada em 2021. Dependendo do país de onde vive o telespectador, a princípio não fica tão perceptível como as diferenças culturais dos envolvidos em um crime, dos comportamentos regionais das testemunhas, da polícia e do sistema judiciário podem influenciar na resolução de um caso, mas vai se tornando mais evidente ao longo dos episódios da série documental. De 1996, ano em que Sophie foi assassinada em West Cork, até 2021, ano em que foi lançada a série documental, muita coisa mudou, mas outras permaneceram iguais. Ao longo dos três episódios, é impossível não gerar ansiedade de que al

Resenha: Adeus, Promessas – Kristin Halbrook

 O livro Adeus, Promessas (Every Last Promise) é um recorte narrativo de como um grupo de amigas, suas vidas e relacionamentos podem se transformar completamente por causa do silenciamento sobre algo desolador e indefensável. A obra de Kristin Halbrook conta com tradução de Lavínia Fávero e foi publicada pela editora Plataforma 21 (V&R Editoras), em 2016.

Compre o livro Adeus, Promessas (Kristin Halbrook): https://amzn.to/3os3Z7W

Narrado em primeira pessoa por Kayla, o romance é contado em duas épocas: Primavera e Outono, que podem ser vistos tanto como períodos temporais, como metáforas de como a vida da protagonista mudou antes e após alguns incidentes marcantes, como a noite de um acidente que abalou a cidadezinha em que ela mora.

Entre idas e vindas, o leitor é levado a descobrir gradualmente o envolvimento da protagonista no acidente, bem como as coisas que teriam acontecido antes e as consequências para o seu círculo social. Após um período morando em outra cidade com a tia, Kayla retorna para sua cidade natural só para encontrar tudo diferente do que costumava ser.


“Meu caderno é um lugar onde os segredos vivem... Esconder todos os segredos. É o jeito que encontrei de voltar para minha antiga vida”– Kristin Halbrook, Adeus, Promessas


Dividida entre a saudade de como as coisas eram e a promessa que havia feito, Kayla luta com sua própria consciência e suas memórias. Existem alguns segredos que ela jamais gostaria de ter mantido e mentiras que estavam afundando sua saúde mental. Muitas pessoas da cidade acham que ela se esqueceu da noite do acidente e uma parte dela desejava realmente ter se esquecido, porém com o desenrolar da narrativa, algumas revelações vêm à tona e ela sente que precisa fazer alguma coisa.

As pressões e convenções sociais de uma cidade pequena fazem o leitor refletir sobre como acontecimentos parecidos podem ter desfechos completamente diferentes e outros mais parecidos do que imaginamos, seja por causa da cultura machista ou de como a popularidade ajuda a proteger e a silenciar acontecimentos que nem sempre as pessoas querem aceitar.


“Cidades pequenas são engraçadas. Cheias de gente que conhecem todo mundo. Não tem onde se esconder” – Kristin Halbrook, Adeus, Promessas


Kristin Halbrook toca em vários pontos importantes no livro, sem se colocar no papel de julgadora de seus personagens, mas fazendo o leitor a refletir sobre o que leva às pessoas a reagirem de forma tão diferente em algumas situações e a importância do apoio para vítimas de violência sexual.

Não dá para falar muito sobre o livro sem revelar as reviravoltas, mas é uma leitura que incomoda à medida que sabemos como casos assim acontecem com uma frequência assustadora e, muitas vezes, as pessoas escolhem o lado errado da história, seja para proteger alguém com quem se identificam ou têm afeto ou porque tentam culpabilizar a vítima.

Sobre a autora – Kristin Halbrook vive em Seattle, onde o céu acinzentado e um bom café tornam as condições de escrita ideais, além da boa companhia do seu marido e de um bando de duendes. Adeus, Promessas é seu segundo romance.

Ganhei este livro em um sorteio do Skoob, em 2017. E você, já leu? Ficou curioso para ler? 

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Comentários

Mais lidas da semana