Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Romance Is A Bonus Book: Série sobre recomeços, amores e o mundo dos livros

Para quem está à procura de indicação de série sobre recomeços, Romance Is A Bonus Book é uma ótima opção. A série sul-coreana de drama e romance está disponível na Netflix e tem feito sucesso especialmente entre aqueles que gostam de livros, já que os personagens trabalham em uma editora.

O dorama me conquistou desde o primeiro episódio, no qual o telespectador fica familiarizado com a história da protagonista, Kang Dan-i (Na-Young Lee), uma mulher cuja vida está desmoronando, desesperada para se reencontrar no mundo; e Cha Eun-Ho (Lee Jong-Suk), um autor bem-sucedido que trabalha em uma editora tradicional, que é amigo dela desde os tempos do colégio. 

Se eu pudesse resumir em poucas palavras Romance Is a Bonus Book, eu diria que se trata de uma série com a mensagem de que nunca é tarde demais para recomeçar, mesmo que pareça algo impossível. 

Enquanto Cha Eun-Ho está colhendo os bons frutos do trabalho, não só como autor e editor, mas também como professor universitário, Kang Dan-I está passando por apuros após um divórcio, dívidas, desemprego e as constantes rejeições nos processos seletivos de empresas.

Além de emocionante, o drama de Dan-i acaba servindo para abrir os olhos sobre questões do mercado de trabalho, como a discriminação contra mães, mulheres acima de determinada idade, pessoas que fizeram pausas na carreira para cuidar da família e currículos que são vistos como bons demais para determinadas funções. 

Os personagens secundários da série são tão envolventes, que tornam também gostoso acompanhar como eles estão lidando com os desafios e dilemas do dia a dia, dentro e fora da editora Gyeoroo. 

Mais do que entretenimento, o dorama dá uma breve aula sobre o funcionamento de editoras, mostrando um pouco da importância do trabalho em sinergia dos diferentes setores editoriais e do comum amor pelos livros.

Se você gosta de livros, vai se encantar por algumas cenas, trechos de livros e frases relacionadas ao universo literário que aparecem em Romance Is a Bonus Book. 

“Mesmo que não ganhem bem, alguns livros devem ser compartilhados com o mundo. Mesmo que muitos não os leiam, eles serão um tesouro para quem leu” – Romance Is a Bonus Book

Promessas, segredos, amizades, comportamentos no mercado de trabalho e afetos... o dorama surpreende do início ao final e é ótimo para quem está precisando se desconectar um pouco dos problemas do mundo real e gosta de narrativas que aquecem o coração.

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Comentários

Mais lidas da semana