Pular para o conteúdo principal

Destaques

Welcome to Wedding Hell: Drama coreano sobre a pressão de organizar casamento

Das diferenças de perspectivas até opções de escolhas movidas por questões financeiras e/ou pessoais, Welcome to Wedding Hell é uma série coreana que aborda como o simples pedido de casamento e suas consequências podem se tornar algo insuportável para todos envolvidos, especialmente para o casal que sente a maior pressão. Disponível na Netflix. O que deveria ser algo prazeroso se torna rapidamente em algo doloroso e confuso para os envolvidos na preparação do casamento. Com o estresse, vem os desencontros entre os personagens, que precisam lutar para se reconciliarem até a data do evento de união. O que eles julgavam que seria mais simples e teriam mais autonomia por parte da família, acaba se transformando numa recorrente dificuldade de comunicação e expressão sobre os sentimentos. Para agradar um, outro acaba sendo desagradado e não há uma solução tão fácil de ser tomada como costumaram imaginar. Welcome to Wedding Hell é um drama coreano curtinho, ideal para quem não gosta de drama

Start-Up: Série sul-coreana retrata sonhos, rivalidades e inovações tecnológicas

Quer você já tenha se aventurado ou não pelo universo dos doramas coreanos, repletos de histórias de dramas, romance e uma pitada de comédia, Start-Up (Apostando Alto) conquista por abordar o universo repleto de competitividade e rivalidade das startups e a procura do financiamento dos seus projetos.

A paixão pelo empreendedorismo junto com a vontade de mudar o mundo é o que move os personagens principais desta série coreana. Quem não está acostumado com esse estilo de série, provavelmente vai achar lento o desenrolar dos personagens na questão do romance, especialmente por trazer mais um triângulo romântico, mas um dos diferenciais é a possibilidade de acompanhar essa aventura de criar uma empresa de tecnologia que faça sucesso no mundo dos negócios.

Com um roteiro bem amarrado que explora não só os dilemas dos protagonistas, mas também dos personagens secundários, ao mesmo tempo em que exalta o universo da inovação tecnológica e como pode ajudar na redução de custos e melhorar a vida das pessoas, Start-Up aborda de forma breve como a falta do planejamento de risco pode gerar desemprego e exclusão, especialmente de trabalhadores mais velhos.

A solidão e o companheirismo fazem parte do enredo da história. Neste mundo tão competitivo das startups, por trás de cada episódio é possível tirar lições sobre como a ambição pode alavancar a vida profissional e como a falta de empatia pode ser um tiro no pé.

Se muitos sul-coreanos já sofrem com a pressão pelo sucesso profissional independente da área, imagina quando se trata de um universo tão concorrido? Embora não seja aprofundado o assunto, alguns pontos mostram como essa cultura competitiva levada ao extremo pode prejudicar não só a saúde mental e física, como colocar a própria vida em perigo.

Entre palavras duras e ideias sonhadoras, com planejamento, sorte e um pouco de fé, os personagens confrontam seus medos e nos lembram que embora inovações tecnológicas e reduções de gastos sejam importantes, o viés humanizado também é fundamental para a criação de soluções pensadas na diversidade, inclusão e acessibilidade.

De um passado de segredos e mentiras, para um presente de desavenças e coragem, Start-Up (Apostando Alto) é uma ótima indicação de série para quem gosta de narrativas sobre perseverança, amizade e, é claro, uma dose de amor romântico. 

Dirigida por Oh Choong-Hwan, com roteiro de Park Hye-ryeon, os atores principais da série sul-coreana Start-Up são: Bae Suzy, Nam Joo-Hyuk, Kim Seon-Ho, Kang Han-na, Kim Do-Wan, Kim Hae-sook e Yoo Su-Bin. A trilha sonora da série também tem feito sucesso pelo mundo e já conta com milhares de ouvintes, como a música Future, do grupo feminino de K-Pop, Red Velvet.

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Comentários

Mais lidas da semana