Pular para o conteúdo principal

Destaques

Série documental da Netflix explora caso em aberto de assassinato de francesa na Irlanda

Para quem gosta de histórias criminais internacionais e investigações problemáticas, o documentário Sophie: A Murder in West Cork apresenta o caso intrigante de Sophie Toscan du Plantier , uma francesa que foi assassinada em uma região da Irlanda e devido a inúmeras situações, pairam dúvidas sobre omissões e responsabilização do culpado pelo crime. A série documental está disponível na Netflix e foi lançada em 2021. Dependendo do país de onde vive o telespectador, a princípio não fica tão perceptível como as diferenças culturais dos envolvidos em um crime, dos comportamentos regionais das testemunhas, da polícia e do sistema judiciário podem influenciar na resolução de um caso, mas vai se tornando mais evidente ao longo dos episódios da série documental. De 1996, ano em que Sophie foi assassinada em West Cork, até 2021, ano em que foi lançada a série documental, muita coisa mudou, mas outras permaneceram iguais. Ao longo dos três episódios, é impossível não gerar ansiedade de que al

Holocausto Brasileiro: Livro da jornalista Daniela Arbex narra horrores cometidos em hospital psiquiátrico de Barbacena (MG)

O livro-reportagem Holocausto Brasileiro dá aquele soco necessário para lembrar dos horrores que acontecem em locais sem monitoramento.

Compre o livro Holocausto Brasileiro (Daniela Arbex): https://amzn.to/3jvwy5B

A jornalista Daniela Arbex contou a história de ex-pacientes e ex-funcionários do Colônia, um hospital psiquiátrico de Barbacena (MG) que acumulou inúmeros crimes que faziam vista grossa para a época de funcionamento:

– 60 mil mortos;

– Milhares de pessoas internadas que não tinham transtornos;

– Pessoas que passavam fome e sede;

– Falta de espaço adequado, crianças dormindo em berços;

– Pacientes vítimas de abusos, algumas engravidaram;

– Funcionários que não eram da área de saúde e matavam acidentalmente os pacientes com eletrochoque ou torturavam intencionalmente;

– Centenas de corpos vendidos para cursos de medicina de diferentes regiões do Brasil.

Entre outros... Um psiquiatra italiano que vistoriou o hospital na época comparou ao campo de concentração nazista, por isso o título acaba tendo relação com o Holocausto.

Comentários

Mais lidas da semana