Pular para o conteúdo principal

Destaques

Welcome to Wedding Hell: Drama coreano sobre a pressão de organizar casamento

Das diferenças de perspectivas até opções de escolhas movidas por questões financeiras e/ou pessoais, Welcome to Wedding Hell é uma série coreana que aborda como o simples pedido de casamento e suas consequências podem se tornar algo insuportável para todos envolvidos, especialmente para o casal que sente a maior pressão. Disponível na Netflix. O que deveria ser algo prazeroso se torna rapidamente em algo doloroso e confuso para os envolvidos na preparação do casamento. Com o estresse, vem os desencontros entre os personagens, que precisam lutar para se reconciliarem até a data do evento de união. O que eles julgavam que seria mais simples e teriam mais autonomia por parte da família, acaba se transformando numa recorrente dificuldade de comunicação e expressão sobre os sentimentos. Para agradar um, outro acaba sendo desagradado e não há uma solução tão fácil de ser tomada como costumaram imaginar. Welcome to Wedding Hell é um drama coreano curtinho, ideal para quem não gosta de drama

The Watcher: Caso real de mistério inspirou série da Netflix

Quando uma família se muda para uma casa antiga em uma região aparentemente tranquila, as coisas começam a ficar estranhas quando eles recebem uma carta dizendo que estavam sendo observados. Criada por Ian Brennan e Ryan Murphy, a série The Watcher (2022) foi baseada em uma história real contada por uma revista sobre a experiência da família.

As cartas foram ficando cada vez mais ameaçadoras e detalhistas sobre as características dos moradores, junto com os acontecimentos estranhos envolvendo vizinhos, o que era para ser um lugar de paz se transforma em um pesadelo para a família, que fica dividida entre tentar investigar melhor sobre o caso ou vender a casa.

Pelas próprias sugestões das cartas, eles descobrem que os moradores anteriores também poderiam ter sido observados e vão à procura de mais informações, levando a um labirinto, um desses casos intrigantes que podem frustrar quem espera por uma solução.

As atuações dão a entender bem como os psicológicos dos moradores foram afetados, bem como uma suposta obsessão coletiva pela casa, deixando brechas para que qualquer um parecesse suspeito sobre a autoria das cartas.

Uma série para quem gosta de casos de mistérios baseados em fatos e sobre casas antigas repletas de histórias. Uma personagem que rouba a cena é a investigadora particular Theodora Birch (Noma Dumesweni) que ajuda a desencavar informações sobre os antigos moradores e trazendo à tona informações que a polícia não repassou para a família.

Mia Farrow também se destaca no papel de Pearl Winslow, uma personagem excêntrica e fissurada pela conservação das casas como elas costumavam ser, sempre se metendo na vida dos vizinhos e observando suas reformas.

Seria um caso de ganância de alguém querendo comprar a casa da família Brannock? Alguém tão obcecado pela casa que queria evitar que as pessoas fizessem reformas? Alguém que já morou lá e queria a casa de volta? A própria família com problemas financeiros tentando se livrar da casa? 

Em The Watcher, tudo e todos parecem suspeitos, principalmente porque a família está tão assustada e paranoica, que só consegue pensar no caso. Uma história de stalking misterioso e sobre a insegurança dentro da própria casa.

Com o lançamento da série na Netflix, a curiosidade dos telespectadores da série fez várias pessoas se deslocarem até a região em New Jersey para conferirem como a casa é, o que não agradou muito os vizinhos. Vale lembrar que embora tenha sido baseada no caso, a série é uma versão ficcionalizada. 

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Comentários

Mais lidas da semana