Pular para o conteúdo principal

Destaques

Rede Sombria: Documentários sobre o lado tenebroso da tecnologia

Tecnologia, poder e controle. Se você gosta de Black Mirror e outras histórias de ficção científica, sem dúvidas vai se interessar pela série de documentários Rede Sombria (Dark Net), criada por Mati Kochavi para o canal Showtime, disponível no momento no catálogo da Netflix Brasil.


A série de duas temporadas e um total de 16 episódios aborda diferentes maneiras que a tecnologia foi/será incorporada no nosso dia a dia e quais são/serão seus impactos positivos e negativos e o lado sombrio do universo digital.

Privacidade, polarização, redes sociais, reconhecimento facial, inteligência artificial, relacionamentos virtuais, biohackeamento, crimes cibernéticos, moderadores de conteúdos da internet, abusos policiais, lavagem cerebral, segurança, realidade virtual, entre outros assuntos são discutidos em Rede Sombria.

Ao mesmo tempo em que a internet e a tecnologia podem ser ótimas ferramentas, nas mãos de pessoas mal-intencionadas muitas questões éticas e criminais ainda devem ser discutid…

Web: A rede do conhecimento

A Web 2.0 foi um marco na história da Internet. Para entender sobre a "segunda geração da Internet" ou Web 2.0, é preciso conhecer um pouco sobre como era a World Wide Web (WWW) ou "Web 1.0", pois um termo está relacionado ao outro.

A primeira a gente nunca esquece...

 O termo "Web 1.0" tornou-se conhecido após a invenção do termo "Web 2.0", por uma empresa, a O'Reilly Media. A "primeira geração da internet" ou simplesmente, "web", foi inventada por Tim Berners-Lee, ele colocou no ar o primeiro website em agosto de 1991, era uma página exclusivamente com texto e que contava um pouco sobre a World Wide Web.

Aos que tiveram a oportunidade de navegar na internet antes da formação do termo Web 2.0, observa-se facilmente algumas diferenças entre o sistema de funcionamento atual do anterior. Abaixo segue algumas características sobre cada uma das plataformas:

Web
  • As páginas eram estáticas;
  • Conteúdo produzido por poucos, geralmente por quem tinha conhecimento sobre o funcionamento da web (especialistas);
  • A maior parte do conteúdo era formada por textos;
  • Sistema de busca precário.
  • Centralização do conhecimento
Web 2.0
  • Páginas dinâmicas, conteúdo interativo, relação produtor-leitor;
  • Conteúdos multimídias, integrando a imagem, o som e o texto;
  • Atualmente para se produzir conteúdo e disponibilizar na internet, não é necessário que se seja especialista em web.
  • Redes sociais e ferramentas de comunicação (Orkut, Facebook, Twitter, Flickr etc)
  • Sistemas de buscas mais inteligentes e interligados

Referências

COSTA, Cíntia "Como funciona a Web 2.0"

Disponível em http://informatica.hsw.uol.com.br/web-201.htm

RAVACHE, Guilherme "A terceira geração da Web"

Disponível em http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG77010-6014,00.html

World Wide Web
Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_Web

Comentários

  1. Oi Ben,
    já tive aula sobre a web 2.0 e claro, relembrando todo o início.

    Muito bom

    abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana