Pular para o conteúdo principal

Destaques

Espectro Autista: Reflexão sobre conscientização do autismo

Vez ou outra eu recebo mensagens de pessoas pedindo ajuda sobre como trazer mais conscientização em lugares nos quais pouco se sabe sobre autismo. Nem toda cidade tem especialista em autismo, isso é um fato que todo mundo que já precisou de um, sabe como é. Minha dica é: compre/arrecade livros ATUALIZADOS sobre o assunto e/ou livros de ficção (com personagens autistas) e/ou livros escritos por autistas. Recomendo firmemente a literatura, já que a leitura trabalha a empatia e fica mais fácil dos neurotípicos entenderem como é estar 'na nossa pele', mesmo que por alguns minutos.


Não vai dar livro desatualizado, que é um desserviço. Já tem muita desinformação no Brasil. Eu poderia fazer uma lista sobre todos absurdos que leio, mas não vou.

Enfim, não dá para fugir da leitura. Infelizmente, muitos conteúdos brasileiros estão defasados, outros logo vão estar por causa das alterações do CID11 do Espectro Autista [só entra em vigor em 2022]. Tem muita coisa boa produzida pela comunid…

Web: A rede do conhecimento

A Web 2.0 foi um marco na história da Internet. Para entender sobre a "segunda geração da Internet" ou Web 2.0, é preciso conhecer um pouco sobre como era a World Wide Web (WWW) ou "Web 1.0", pois um termo está relacionado ao outro.

A primeira a gente nunca esquece...

 O termo "Web 1.0" tornou-se conhecido após a invenção do termo "Web 2.0", por uma empresa, a O'Reilly Media. A "primeira geração da internet" ou simplesmente, "web", foi inventada por Tim Berners-Lee, ele colocou no ar o primeiro website em agosto de 1991, era uma página exclusivamente com texto e que contava um pouco sobre a World Wide Web.

Aos que tiveram a oportunidade de navegar na internet antes da formação do termo Web 2.0, observa-se facilmente algumas diferenças entre o sistema de funcionamento atual do anterior. Abaixo segue algumas características sobre cada uma das plataformas:

Web
  • As páginas eram estáticas;
  • Conteúdo produzido por poucos, geralmente por quem tinha conhecimento sobre o funcionamento da web (especialistas);
  • A maior parte do conteúdo era formada por textos;
  • Sistema de busca precário.
  • Centralização do conhecimento
Web 2.0
  • Páginas dinâmicas, conteúdo interativo, relação produtor-leitor;
  • Conteúdos multimídias, integrando a imagem, o som e o texto;
  • Atualmente para se produzir conteúdo e disponibilizar na internet, não é necessário que se seja especialista em web.
  • Redes sociais e ferramentas de comunicação (Orkut, Facebook, Twitter, Flickr etc)
  • Sistemas de buscas mais inteligentes e interligados

Referências

COSTA, Cíntia "Como funciona a Web 2.0"

Disponível em http://informatica.hsw.uol.com.br/web-201.htm

RAVACHE, Guilherme "A terceira geração da Web"

Disponível em http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/1,,EDG77010-6014,00.html

World Wide Web
Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_Web

Comentários

  1. Oi Ben,
    já tive aula sobre a web 2.0 e claro, relembrando todo o início.

    Muito bom

    abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana