Pular para o conteúdo principal

Destaques

My Shy Boss: Série de drama sul-coreano tem protagonista com fobia social e segredos

My Shy Boss (Introverted Boss/Naesungjukin Boseu/내성적인 보스) é uma série de drama romântico sul-coreano sobre a relação entre um chefe de uma empresa de Relações Públicas e uma jovem atriz extrovertida tentando descobrir a verdade sobre um acontecimento do passado que envolveu sua irmã. Lançada em 2017, a série da tvN (canal de televisão da Coreia do Sul) está disponível na Netflix Brasil por tempo indeterminado. Para quem sente falta de ver personagens com dificuldades de comunicação e interação em seriados, My Shy Boss tem Eun Hwan-ki (Yeon Woo-Jin) , um protagonista que evita o máximo possível falar com os funcionários de sua empresa, de forma que gera estranhamento nos outros. Sempre com seu casaco preto de capuz, sua timidez chama a atenção de forma negativa por onde passa. Até se acostumar com o personagem principal, fica difícil compreender alguns dos seus comportamentos. Se é contraditório para os próprios funcionários, para a família dele e até mesmo para alguns clientes insat

Transmedia Storytelling

O que é Transmedia Storytelling?

O produtor transmídia, criador de mundos ficcionais para filmes como "Avatar" e "Piratas do Caribe", Jeff Gomez, explica que: "Transmedia storytelling é a arte e a técnica de transmitir mensagens, temas ou histórias através de diferentes plataformas de mídia".

Uma forma de fazer transmedia é: transformar uma história em filmes, seriados, revistas em quadrinhos, jogos, sites etc. Possibilitando a todos "trabalharem juntos artisticamente", o que não significa necessariamente que a história contada em cada tipo de plataforma midiática seja a mesma. Outro ponto importante é: a falta de conhecimento de uma das histórias não pode afetar a outra, ao contrário, elas são complementares.

Bárbara R. Mota, Chief Culture Office d'Os Alquimistas, empresa de transmedia storytelling, vai além e diz: "Transmedia storytelling é, portanto, o que acontece quando pessoas amam histórias e têm condições de se envolver com elas ao máximo, por serem histórias e personagens que fazem parte de suas vidas".

Exemplos

Em entrevista ao programa What's On do Universal Channel, o produtor/roteirista/diretor, Mark Warshaw, cita como exemplo: Star Wars ( Guerra Nas Estrelas). "Você pode ter um ótimo filme, depois uma ótima revista em quadrinhos, um videogame e então outro filme. É usar todas as diferentes plataformas de mídia para contar uma grande história".

Warshaw é um dos responsáveis pelo case de sucesso de transmedia: Heroes - Evolutions. Em 2006 ele ajudou a lançar o departamento de Transmedia do seriado Heroes. No site do seriado na nbc você encontra: as revistas em quadrinhos, jogos, quiz, sites oficiais de alguns personagens e histórias, websérie, Heroes wiki etc.


Vídeos




Comentários

  1. achei muito interessnte essa matéria, além das pessoas poderem interagir mais com os personagens queridos é uma forma de fazer com que a história seja mais divulgada abrangindo um número maior de pessoas e beneficiando os criadores delas. Adorei o post

    ResponderExcluir
  2. ótimo! esse negócio é o futuro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana