Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

5 Motivos pelos quais você deve escrever para um jornal estudantil

Em seu artigo: "Fiver Reasons Why You Should Write For Your Student Newspaper", o professor de jornalismo Tony Rogers explica 5 motivos por que você deve escrever para o seu jornal estudantil. Confira abaixo:

1. Experiência de trabalho

Quando você termina a faculdade e está procurando por aquele primeiro emprego em jornalismo, os editores estarão procurando por pessoas com experiência de trabalho prévia. Jornais estudantis são o lugar para conseguir esta experiência.

2. Clips

Outra coisa que os editores estão procurando são ótimos clips, amostras publicadas de seus artigos. Você tem que construir um portfólio de clips. Então, onde você consegue clips? Jornais estudantis.


3. Tenha uma idéia do trabalho

Não há nada pior do que passar anos conseguindo uma graduação na universidade em uma área específica, para descobrir quando você conseguir seu primeiro emprego que você odeia aquela área. Trabalhar em um jornal estudantil lhe dá uma sensação do que o jornalismo profissional realmente é. Você aprenderá o que é escrever histórias reais, sobre deadlines (prazos finais), obter assinatura de verdade.

No final você pode decidir se você ama ou odeia jornalismo,mas melhor descobrir agora, enquanto você ainda está na universidade.

4- Encontre seu nicho

Ir para a universidade, especialmente uma grande escola estadual, pode ser uma experiência desumanizante. Você provavelmente conhecia grande parte das pessoas no colegial, e agora de repente você é apenas mais um entre milhares de estudantes anônimos em um grande campus da universidade.

Trabalhar em um jornal estudantil fornece-lhe uma colocação, um lugar para chamar de seu, uma identidade.

5. É muito divertido!

Esqueça todo este lance de carreira por um momento. Trabalhar em um jornal estudantil é simplesmente divertido. Você está trabalhando, sim, mas está também saindo com pessoas que compartilham mesma opinião e fazendo novos amigos. E até pode ser uma ocasional festa depois que todo o trabalho é feito. Quem já trabalhou em um jornal estudantil te dirá que eles tiveram um ótimo momento.

Comentários

Mais lidas da semana