Pular para o conteúdo principal

Destaques

Nobody Speak: Documentário questiona frágil liberdade de imprensa contra interesses de bilionários

Nobody Speak: Trials of the Free Press é um documentário um tanto polêmico e controverso sobre a liberdade de imprensa, liberdade de expressão e como pessoas poderosas e ricas podem silenciar veículos de comunicação . O filme documental foi lançado em 2017, com direção do cinegrafista norte-americano Brian Knappenberger , com produção da First Look Media e distribuição pela Netflix . Dois casos bem diferentes são discutidos no documentário Nobody Speak . Enquanto no caso da Gawker, os profissionais envolvidos tentam vender a ideia de que publicar um vídeo íntimo de uma personalidade norte-americana se tratava de um tema de interesse público, eu acredito que o vazamento dos vídeos sexuais do famoso só reforçam a importância de traçar melhor a questão ética no jornalismo online, tão focado nos cliques instantâneos que se esquecem que por trás de cada notícia existem seres humanos, independente do nível de fama. Para não estragar a surpresa e os detalhes, não vou comentar muito sobre os

Mensuração foi Tema da 4ª Edição do Papos em Rede

Aconteceu hoje, dia 1º de julho as 21:00, a 4ª Edição do Papos em Rede com o tema: Mensuração. A discussão foi mediada pela Consultora em Comunicação e Marketing Digital, Marcia Ceschini e pela Gerente de Projetos da E.Life, Camila Noronha Cruz.
Questionada como eram definidas as métricas, Camila Cruz respondeu que elas são definidas de acordo com cada canal. Uma das métricas utilizada é a de popularidade, que por exemplo, trata dos números de membros de uma comunidade do Orkut.

O Relações Públicas e membro do Papos em Rede, Pedro Prochno, perguntou a Cruz se a popularidade com pouca participação e interatividade não era ruim. "Sim, tanto é que a gente tem uma equipe multimídia, um time de analistas que monta este relatório consolidado para passar aos clientes. Muitas coisas nós analisamos manualmente", responde Camila Cruz.

A Gerente de Projetos da E.life explica que existem programas que fazem uma busca geral e alguns mais específicos em cada rede. Quanto a coleta de dados, ela esclarece que é avaliado tudo: a pessoa que postou, a rede que ela usou e o conteúdo que ela postou.

A analista de sistemas que atualmente trabalha com Marketing Digital, Sueli Bacelar, perguntou: "Podemos mensurar a origem das visitas por rede social ao site?". O grupo respondeu que existem diversas ferramentas que podem mostrar a origem do acesso, como o Google Analytics, Wordpress, Twitter, SiteMeter etc.

Segundo Camila Cruz, os clientes que procuram a E.Life são de diversas áreas e a periodicidade da análise é definida com eles de acordo com os seus objetivos. "Fazemos a análise qualitativa e quantitativa. O monitoramente também é feito por nossos softwares, onde é possível refinar a busca de acordo com a necessidade do cliente. Muitas vezes, nossos clientes querem monitar seus concorrentes. É uma nova estratégia, entender como eles se comportam e repercutem nas redes sociais".

Links publicados no Papos em Rede

Google Groups do Papos em Rede

http://www.socialmention.com/

http://www.sitemeter.com/

http://www.linkws.com/index.htm

http://facebooksearch.eu/

Como mensurar a imagem da sua empresa nas redes sociais?

FERRAMENTAS PARA TWITTER E REDE SOCIAL

Oficina de Buzz Monitor em Mídias Sociais - 15 EDTED

http://www.elife.com.br/

http://www.alexa.com/topsites/countries/BR

Sobre o Google.Me

http://www.versatilrp.wordpress.com/

http://eloyvieira.blogspot.com/

http://benoliveira.blogspot.com/

http://abordodacomunicacao.com.br/?page_id=368

http://www.degustadigital.com.br/

Comentários

  1. Mas isso que um jornalista eficiente, uma hora depois de acabar o chat a matéria já tá pronta! o/ ótimo post, inclusive vou aproveitar esses links aí lá na agência

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana