Pular para o conteúdo principal

Destaques

Escrita Maldita: Livro indicado no Instagram literário Leitores Peculiares

Nesta sexta-feira, 18 de janeiro de 2019, saiu a primeira resenha de Escrita Maldita publicada neste ano. A indicação do livro foi feita pela Mari Vieira, no Instagram literário leitorespeculiares. Fiquei bem feliz com o feedback. Sou grato por cada leitura e cada pessoa que acaba recomendando minha obra para outros leitores. Como escritor independente, esse apoio faz muita diferença. Obrigado, Mari!


*Texto republicado com a autorização da Mari Vieira (Leitores Peculiares). Instagram: https://www.instagram.com/leitorespeculiares/

Esse livro me tirou completamente o sono, não por medo e sim pela ansiedade de terminar logo, misericórdia como fiquei ansiosa...😅 Em Escrita Maldita apesar desse título macabro não é um terror com sangue e bode sacrificado kkkk, é um romance gótico com thriller psicológico... 🗯

Daniel é um escritor que recentemente se tornou best seller, é casado com Marissa e vivem uma vida pacata e feliz, ele tem uma esposa compreensiva que entende que a vida de um escrit…

Telejornalismo Brasileiro

Confira abaixo algumas informações sobre o telejornalismo brasileiro. O seguinte texto foi escrito com referência no artigo de Jaciara Novaes Mello, "Telejornalismo no Brasil".

De acordo com a autora, nos anos da década de 1950 a história do jornalismo brasileiro se confunde com a chegada da televisão no Brasil, que começou suas transmissões em 18 de setembro de 1950.

O jornalista Assis Chateuabriand, criador da TV Tupi, transmitiu o primeiro telejornal do Brasil "Imagens do dia" um dia depois da inauguração da PRF-3/TV Tupi, Canal 3 de São Paulo. O telejornal comandado por Maurício Loureiro Gama mostrava imagens brutas dos acontecimentos do dia e durava o tempo necessário para a transmissão de todos os fatos e imagens.

"Daquela data até hoje, o telejornalismo foi conquistando o público brasileiro e se adequando às novas tecnologias e às necessidades do público-alvo".

No seu início, o telejornal tinha uma linguagem próxima à do rádio. Atualmente, o telejornalismo brasileiro segue o modelo americano, "jornalismo 'clean', asséptico, onde os mitos da imparcialidade e da objetividades são defendidos como verdades inabaláveis".

Mello fala sobre a importância da chegada da internet em 1990, "permitiu que os programas telejornalísticos disponibilizassem, aos poucos o conteúdo diário dos telejornais em suas páginas na rede. Essa ação contribuiu para o aumento do fluxo de informações entre o público".

Repórter Esso

Foi considerado o marco do telejornal na história da televisão brasileira. O telejornal em seu início apresentava as notícias no formato do programa de rádio e por 18 anos foi referência para os telejornais implantados em outras emissoras.


Acesse o artigo na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana