Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Jornalista Eugenio Bucci fala sobre jornalismo, diploma e era digital

Aconteceu nesta terça-feira (10) no auditório do CCHS (Centro de Ciências Humanas e Sociais) da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) palestra com o jornalista e professor de jornalismo Eugênio Bucci.

Antes de começar a palestra, a presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul, Vanessa Amin, explicou sobre a importância dos acadêmicos participarem do sindicato, afim de buscarem uma identidade e inteirarem sobre a futura profissão. "A partir do 6º semestre, os acadêmicos podem participar da pré-sindicalização".

Palestra

Eugênio Bucci diz que a comunicação pública é fundamental e chama a atenção para as diferenças entre os assessores de imprensa e os jornalistas. "Em outros países os assessores e os jornalistas são vistos como profissionais diferentes, o que não acontece aqui no Brasil".

Sobre os desafios da Era Digital, o jornalista acredita que vivemos em uma era de transformação acelerada, o que leva a um impacto enorme na profissão do jornalista, junto com a questão do diploma. Indagações sobre o fim do jornalismo e da imprensa começam a surgir novamente.

Bucci questiona: "O que é o jornalismo? Onde está sua essência? Nós não sabemos responder por quê a tecnologia não vai revogar a profissão e não vai revogar a imprensa". Ainda de acordo com o jornalista, é impossível que a imprensa desapareça sem que a democracia fique comprometida.

"Temos que apurar nossas histórias. Saber o que se passa nas outras democracias. Não é o diploma que faz o jornalista. Por que em vários países não se exige diploma?", argumenta Bucci.

Veja também o vídeo de Eugênio Bucci falando sobre Ética e Jornalismo

Comentários

Mais lidas da semana