Pular para o conteúdo principal

Destaques

Para Toda a Eternidade: Livro explora rituais funerários diversos

Entre a naturalidade e o espanto, o tradicional e o moderno, o ocidental e o oriental, Caitlin Doughty transmite ao leitor histórias de suas visitas a espaços e profissionais envolvidos com o universo mortuário. Uma das obras pedidas por quem já tinha lido Confissões do Crematório, o novo livro foi publicado no Brasil pela editora DarkSide Books, em junho de 2019, com tradução de Regiane Winarski e ilustrações de Landis Blair.


Compre o livro Para Toda a Eternidade (Caitlin Doughty): https://amzn.to/2R2FwqN

“Eu passei a acreditar que os méritos de um costume relacionados à morte não são baseados em matemática [...] mas em emoções, numa crença na nobreza única da própria cultura da pessoa. Isso quer dizer que consideramos os rituais de morte selvagens apenas quando eles não são como os nossos” – Caitlin Doughty, Para Toda a Eternidade
Dá para ler tranquilamente Para Toda a Eternidade sem ter lido Confissões do Crematório, mas acredito que as duas leituras são complementares. Enquanto na p…

Estudante de jornalismo da UCDB entrevista Isabella Fiorentino

O blogueiro e estudante de jornalismo da UCDB Alessandro Veiga entrevistou a apresentadora do SBT e consultora de imagem Isabella Fiorentino para o seu blog Wet Velvet ou 'Veludo Molhado'. Fiorentino estava em Campo Grande (MS), no Empório Galeria, no dia 28 de outubro deste ano, para uma noite de autógrafos do seu livro: "Na Moda com Isabella Fiorentino".

Em entrevista, o blogueiro perguntou à consultora de imagem questões sobre moda (masculina e feminina), a importância da imagem na sociedade, musas inspiradoras, entre outros assuntos que estão abordados no livro da apresentadora da versão brasileira do reality show britânico "Esquadrão da Moda".

 Alessandro Viega conta: "A musa concedeu entrevistas a vários veiculos de comunicação, inclusive para o VeludoMolhado, sempre sendo muito simpática, solícita e gentil".
Foto: Roberto Medeiro
Alessandro Veiga explica em seu blog que o Wet Velvet é um contato dele com o mundo virtual e serve como uma vitrine para poder divulgar os gostos, idéias e informações relacionadas à moda, música e 'outras inutilidades pop'.

Confira a entrevista na íntegra

Comentários

Mais lidas da semana