Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Entre fofocas e intrigas

Aviso aos bonitos e bonitas que sempre jogam meu nome e dos colegas nos grupos de Facebook e WhatsApp: alguém de vocês sempre solta algo e de um jeito ou de outro, chega até mim.


Minha dica é: quer falar mal? Fala à vontade. Se quiser, eu falo junto. Não tenho vergonha de fazer autocrítica, aliás, recomendo a todos.

Agora, se me difamar e/ou queimar minha reputação, o bicho pega.

Nesta página, não trabalho com indiretas. Só com diretas mesmo.

Já disse que nem todo autista é bonzinho, né? 😈

Dica para os anjinhos e neurotípicos: Arranjem hobbies e outros hiperfocos, ocupem a cabeça com outras coisas que não sejam só esse mundinho de intrigas do autismo.

Um grande filósofo pós-moderno, Benstein Oliveira disse que a fofoca viaja à velocidade da luz e que ela vem de todos cantos e cores do autismo. Nem WhatsApp eu uso, mas as conversas de lá sempre chegam aqui. Por que será, gente?

Formado em Harvard na arte das fofocas chegarem até mim. Parece que sou ímã para embuste.


Para os trolls que…

10 Dicas Jornalísticas para Blogueiros, Podcasters e Escritores

O escritor Spencer Critchley dá 10 dicas de jornalismo para blogueiros, podcasters e outros escritores virtuais. O comunicador explica que os blogs, podcasts e jornais eletrônicos tornaram mais fácil para qualquer um ser jornalista, todavia estas novas ferramentas estão gerando um jornalismo muito descuidado, o que é péssimo para a reputação dos meios de comunicação participativos. Confira abaixo uma síntese das dicas:



1- Respeite o valor do tempo das pessoas: "Conheça seu ponto, chegue nele rápido e faça um conteúdo denso com valor".

2- Tenha um foco forte e relacione tudo a ele: "Um bom foco é uma idéia simples que as pessoas se preocupam - em uma matéria de jornal é o lide". Dê apoio e desenvolva a idéia, de forma a evitar conflitos e confusões.

3- Procure a exaltação em seu assunto: "Apelação é emocional, não intelectual".

4- Seja qual for o assunto, escreva sobre pessoas, objetos físicos e ações: "Eles envolvem a imaginação e as emoções, concentrando-se sobre eles há a vantagem de contribuir para a clareza. Evite abstrações, generalidades, jargões e clichês".

5- Use linguagem clara e fale como uma pessoa real: "Muitas pessoas têm sido treinadas para usar palavras grandes e frases complicadas para construir um edifício para se esconder atrás. Se uma simples palavra pode ser usada sem perda de significado, utilize esta".

6- Sempre que possível, evite adjetivos e advérbios: "Eles raramente têm qualquer impacto. Funciona melhor encontrar os pronomes e verbos certos".

7- Opiniões não são fatos, até mesmo as suas opiniões: "Tenha certeza de que você sabe a diferença entre opinião e fato, e deixe claro a seus leitores também. É muito fácil tirar conclusões preciptadas quando você está predisposto a acreditar em algo. Esta é a fonte de dilúvios de informações não confiáveis na internet".

8- Identifique suas fontes: "Seu público precisa saber de onde esta informação vem, para que possam avaliar a sua credibilidade".

9- Identifique interesses: "Seja cético. Os bons jornalistas têm que assumir que todos, mesmo as pessoas que gostam, podem estar mentindo".

10- Cheque o fato.

Confira o artigo na íntegra: 10 Journalism Tips For Bloggers, Podcasters & Other E-Writers

Comentários

  1. Ganhe dinheiro escrevendo
    Quer ganhar dinheiro escrevendo?
    Trabalhe com a gente escrevendo, revisando, fazendo ilustrações, ou simplesmente vendendo nossos serviços. A BGW é uma empresa líder do mercado, ela escreve a história da sua empresa, da sua família, da sua cidade,ou qualquer tipo de texto. Consulte nossos preços.
    brasilghostwriter.tk

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana