Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Algum Dia — David Levithan

Pode o corpo alterar nossa percepção sobre a vida e o amor? E o que acontece quando todo dia mudamos de corpo e ainda assim tentamos manter um relacionamento? Em Algum Dia, do David Levithan, o leitor é levado a conhecer o desfecho da trilogia que encantou pessoas do mundo todo. No Brasil, a obra foi publicada pela Editora Galera Record, em 2020.

Compre o livro Algum Dia (David Levithan): https://amzn.to/3ifWxuE
Algum Dia foi um dos livros mais esperados por muitos leitores, entre eles: eu. Fui com muita expectativa na leitura. Não é que não tenha gostado do romance, mas senti falta de mais envolvimento entre os dois personagens principais. David Levithan nos deixa instigado por mais momentos entre Rhiannon e A, mas a narrativa acaba dando mais destaque para a condição do personagem sem corpo fixo.
"Agora eu sei: o amor não é tão simples. O amor nunca é sobre você dizer a si mesmo que deve fazer alguma coisa e então fazer. Nunca é sobre alguém te dizer que você deve fazer e por isso…

Telejornal americano utiliza o Facebook para cobrir tornado em aeroporto

No dia 22 de abril um tornado passou na região de St. Louis, localizada em Missouri (EUA), destruiu casas e carros e deixou 47 mil pessoas sem eletricidade. O aeroporto internacional de Lambert-St. Louis teve que ser fechado. Para cobrir o tornado no aeroporto, o canal de TV da região, KMOV utilizou o Facebook para manter a população atualizada.

De acordo com o blog Lost Remote, por meio de atualizações frequentes da KMOV em sua página do Facebook, com maior frequência do que no Twitter, os espectadores enviavam relatos de danos e perguntas, várias vezes por minuto. Em frente ao computador, a metereologista Kristen Cornett publicou melhores fotos, vídeos e atualizações do Facebook no telejornal ao vivo.

Fundador e editor do Lost Remote, Cory Bergman conta que diferente de muitas estações de televisão, que durante grandes notícias de última hora só atualizam freneticamente ao vivo em seus telejornais e em seus sites, a KMOV também respondeu os fãs do Facebook em tempo real, não só para agradecer as fotos, mas também para responder às perguntas e preocupações.
 
Com o Facebook, a empresa soube utilizar uma ótima forma de interagir com a população e informar. Após o terremoto, a KMOV e os usuários continuam utilizando a página do Facebook, para mostrar os danos, através de fotos e vídeos, para organizar doações aos que precisam e relatar histórias, que muitas vezes, tornam-se fontes de notícias.

Comentários

Mais lidas da semana