Pular para o conteúdo principal

Destaques

Antraz: Documentário da Netflix revela investigações feitas pelo FBI durante anos

Um pouco após os atentados terroristas contra as torres gêmeas, em Nova Iorque, Estados Unidos, no 11 de setembro de 2001, uma ameaça de antraz colocou as autoridades, como o FBI em alerta, e espalhou pânico nos norte-americanos devido à facilidade de se espalhar sem as pessoas saberem.  Dirigido e roteirizado por Dan Krauss e produzido pela Netflix e pela BBC, 21 anos após o ataque e o primeiro caso de circulação do antraz, o documentário Antraz: EUA Sob Ataque (The Anthrax Attacks) leva o telespectador para as investigações do FBI que duraram anos. O que a princípio foi alvo de muita pressão para a solução do caso, principalmente pelo medo dos norte-americanos do esporo da bactéria continuar se espalhando pelas cartas e fazendo mais pessoas adoecerem e/ou morrerem, logo foi caindo no esquecimento conforme as investigações desenrolavam fora dos holofotes.  Com a proximidade do caso do ataque às torres gêmeas, à primeira vista, o pânico generalizado fez com quem os norte-americanos

Sobre Relacionamentos e Problemas


Hoje estava assistindo o filme de Sex and The City, de 2008, e é impossível não se identificar com as personagens e histórias do filme, série e livros baseados nas histórias escritas por Candace Bushnell. São diferentes mulheres, dramas e relacionamentos, cada uma com sua personalidade, qualidades e inseguranças.

Esta semana li uma frase dita pelo diretor de filme e roteirista Mel Brooks, que me fez refletir: "Dentro de todo ser humano tem centenas de pessoas separadas vivendo dentro de sua pele". Quantas Carries, Samanthas, Mirandas e Charlottes estão dentro de cada um de nós?

Pessoas são tão complexas, é não de se admirar que os relacionamentos também sejam. Você poderia ser clonado um milhão de vezes ou até mesmo ter um irmão-gêmeo, mas nunca seria a mesma pessoa. Nós temos diferentes identidades, sonhos, visões, desejos, gostos, culturas.

Carrie, a mulher que se apaixonou por um cara confuso e problemático, e deixou outras oportunidades e relacionamentos passarem; Charlotte, a mulher que procurava o casamento, família e homem perfeitos; Miranda, a individualista e feminista e Samantha, a viciada em sexo.

Enquanto a cena em que a Carrie vai casar com o Mr. Big passava na tela da televisão, talvez uma das mais esperadas por aqueles que acompanharam a série durante anos, e ele foge do casamento, não sabia mais se me concentrava no filme ou na conversa com um colega sobre o seu namoro.

Às vezes, as pessoas precisam de um ponto de vista diferente sobre os seus relacionamentos e problemas. Um colega me procurou hoje para conversar e contou o que estava acontecendo na vida dele. "Problemas no paraíso?", pergunto. Não conseguia deixar de pensar em relações problemáticas, mas também no quanto poderia ser entediante ter um "namoro perfeito". Quando algo parece muito certo, pode ter certeza de que algo está muito errado.

"Nem tudo o que parece é", ele me conta. Então, o relacionamento que você imaginava ser um daqueles que duraria por um bom tempo, para não dizer para sempre, começa a mostrar sua real aparência. Ser confrontado por algumas situações coloca outras em perspectiva e também revela o quanto você se desenvolveu durante a vida.

Ele me conta que deseja terminar e eu pergunto se ele tem certeza do que realmente quer. A maioria dos conflitos de um relacionamento pode ser resolvida se enxergarmos a situação por outro ângulo, porém é preciso saber que existem coisas que não podemos mudar, nem mesmo se quiséssemos.

Desejar a mudança não é suficiente quando só um dos lados tem conhecimento sobre o que está acontecendo. Às vezes temos que tirar nossas máscaras, armaduras e armas e nos abrirmos, enquanto em outras é preciso sorrir, quando, na verdade, tudo o que você deseja é explodir como um kamikaze.

Talvez o melhor conselho de sempre seja a paciência. Você nunca vai saber o que pode acontecer. E se nada der certo, você pode sempre contar com seus bons amigos. Já dizia Carrie Bradshaw: “Eles dizem que nada dura para sempre; sonhos mudam, tendências vem e vão, mas amizades nunca saem da moda”.

Comentários

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana