Pular para o conteúdo principal

Destaques

Criminologia, Jessica Jones e Mulher-Maravilha: Ficar do lado do agressor é sinal de perigo à sociedade – Ben Oliveira

Que dia lindo para servir Karma Coletivo para Diana, Lilith e Nêmesis ao mesmo tempo:  Resistam julgar as pessoas pela aparência. Meus 2 ex-namorados manipuladores se faziam de vítimas e todo mundo ficava ao lado deles e como eu sou porra louca, como Jessica Jones e Malévola, era injustiçado entre quatro paredes e julgado por todos ao redor. Como sou uma vaca, só há duas pessoas com a qual me importo no mundo, minhas duas chamas gêmeas, o resto é indiferente. Ainda assim... Vocês criam cada distorção cognitiva que só por Deus... É muita falta de terapia, autoconsciência, reflexão e bom senso.  Foi você que tava dentro do carro capotado? Foi você que quase morreu? Foi você que teve que recomeçar várias vezes na vida? Foi você que saiu como vilão quando a pessoa era tóxica pra cacete? Não foi. Então, boca fechada, sempre. Opinião só se dá quando é pedida. Sem falar os DELUSIONAIS que ficaram comentando: Que pena, achei que vocês iam casar. Quem quiser casar com ele, passo até o perfil KK

Assessoria de Imprensa é tema de oficina no PropUP

Assessora de imprensa da Sato Comunicação, Marcele Aroca
*Texto: Ben Oliveira

Nesta quarta-feira, 7 de novembro de 2012, às 14h, a jornalista Marcele Aroca da empresa Sato Comunicação ministrou uma Oficina de Assessoria de Impensa durante o PropUP - Eleve suas ideias, evento realizado na Universidade Católica Dom Bosco. Confira alguns dos assuntos abordados durante a oficina.

Durante a oficina, Marcele Aroca explicou para os acadêmicos e profissioinais de Jornalismo as funções da assessoria de imprensa, como escrever e enviar releases, fazer clipping, publicar vídeos no youtube, entre outras funções atuais relacionadas às novas ferramentas tecnológicas. "A assessoria de imprensa não é só para empresas, ela pode ser para artistas ou uma só pessoa", acrescenta a assessora de imprensa.

A criatividade, inteligência e estratégia são três pontos levantados por Marcele Aroca e considerados importantes para o assessor de imprensa, pois o torna mais maleável e permite entender o que é preciso fazer. A jornalista também citou a proatividade e comentou que esta está cada vez em baixa nas assessorias de imprensa e o quanto ela pode fazer diferença.

Além de fazer a clipagem, Marcele Aroca acredita que o assessor de imprensa precisa estudar o setor. Quanto mais conhecimento, o profissional consegue lidar melhor com as situações. "Na hora que surgir alguma crise, a empresa vai cobrar de você uma reação", justifica.

Criatividade – Uma das orientações passadas por Marcele Aroca foi a de colocar no título dos e-mails "Sugestão de Pauta", pois facilita que o texto seja selecionado pelos jornalistas de redações e a de se pensar em um título criativo.  "A criatividade deve vir desde o e-mail... Se você for assessor, se coloquem no papel do jornalista de redação", sugere a jornalista.

A formatação do texto é um dos problemas frequentes nos releases enviados por assessoria de imprensa. De acordo com Marcelo Aroca, às vezes o jornalista não tem o capricho de separar os parágrafos, de fazer legenda para as fotos, de colocar foto com qualidade boa, além de usar negrito no texto em excesso e mudar a cor da fonte. "Quando tem foto, tem mais possibilidade do release ser utilizado", orienta Marcele Aroca.

Devido à falta de tempo dos jornalistas, Marcele Aroca recomenda que o release esteja bem escrito, pois apesar de ser uma sugestão de pauta, se não houver tempo para apurar o assunto, o repórter publica o texto como foi enviado. A assessora também recomenda analisar a linguagem dos veículos de comunicação, pois permite adequar o release.

Relacionamento – Para Marcele Aroca, o relacionamento é imprescindível. Entre as funções do assessor de imprensa está o follow, o momento em que o release é escrito e divulgado para outros jornalistas. "A obrigação do assessor não é vender, é informar", explica.

É importante que o assessor mantenha um bom relacionamento com jornalistas, pois pode acontecer do profissional não gostar de você e não publicar suas matérias. Por meio de encontros, palestras, workshops, roadshow (visitas às redações para sugerir uma pauta específica), o assessor de imprensa pode se relacionar ao vivo com os repórteres.

Estratégia – A assessoria de imprensa trabalha com gestão e Marcelo Aroca justificou a importância do planejamento de release, selecionando as pautas frias e pautas quentes, organizando a data em que o texto foi escrito, o assunto, a data de publicação e os veículos. Utilizando essas informações é possível mensurar os resultados.

De acordo com Marcele Aroca, saber utilizar a tecnologia como o Prezi, por exemplo, para montar apresentações, e as mídias sociais, o assessor de imprensa pode conseguir o destaque necessário para o assessorado. O jornalista deve saber utilizar a tecnologia ao seu favor. Uma maneira de repercutir uma pauta é por meio de matérias diferenciadas e exclusivas oferecidas para determinados veículos de comunicação. Quanto maior a credibilidade do veículo, melhor para a assessoria se o release é publicado.

O PropUP - Eleve suas ideias foi organizado pelo curso de Publicidade e Propaganda da UCDB e pela Agência Experimental Mais Comunicação. O evento começou nesta quarta-feira, 07 de novembro, e acontece até o dia 09 de novembro de 2012.

Comentários

Mais lidas da semana