Pular para o conteúdo principal

Destaques

Facebook: Foto diferente para perfil e página de autor

Atendendo a pedidos, deixarei as fotos diferentes do perfil e página. Muita gente confunde na hora de me marcar.


Página (Camiseta Mulher-Maravilha): https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

No perfil, peço para não me adicionarem, a menos que tenha algum grau de intimidade/proximidade. Também não adianta mandar inbox no perfil pessoal.

Na página da Autísticos, eu olho as inbox uma vez em nunca. Não tenho como responder todo mundo. Lembre-se: é um projeto voluntário.

Tirando isso, estou dispensando pessoas de qualquer um dos lados do autismo. Se for fofoqueiro, quero mais longe de mim ainda.

No mundo do autismo sempre tem o problema de Fulano disse sobre Beltrano e no final, os dois são farinha do mesmo saco, só de marcas diferentes.

Tem as pessoas perdidas neste mundinho de intrigas e fofocas, que vez ou outra, você descobre que não era tudo aquilo que disseram e os que nem sabem o que está acontecendo, são manipulados de todos lados.

Também peço para evitarem marcações em tretas e p…

Mídia étnica cresce nos Estados Unidos


No dia 27 de novembro de 2012 o Observatório da Imprensa publicou uma entrevista feita com Paulo Rogério Nunes, um publicitário selecionado para uma bolsa de estudos de aperfeiçoamento de carreira nos Estados Unidos, na qual ele compartilha as experiências vividas e aprendizados no país e aborda o crescimento da mídia étnica.

A entrevista foi realizada pelo jornalista Paulo Lima via e-mail e apesar de bem extensa, vale a pena ser lida. O entrevistado conta alguns dos projetos desenvolvidos como bolsista, o modelo de comunicação norte-americano, a mídia voltada para o público negro e a educação.

Confira a entrevista na íntegra: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/_ed722_nos_eua_a_midia_etnica_cresce_mais_que_a_tradicional

Comentários

Mais lidas da semana