Pular para o conteúdo principal

Destaques

Rede Sombria: Documentários sobre o lado tenebroso da tecnologia

Tecnologia, poder e controle. Se você gosta de Black Mirror e outras histórias de ficção científica, sem dúvidas vai se interessar pela série de documentários Rede Sombria (Dark Net), criada por Mati Kochavi para o canal Showtime, disponível no momento no catálogo da Netflix Brasil.


A série de duas temporadas e um total de 16 episódios aborda diferentes maneiras que a tecnologia foi/será incorporada no nosso dia a dia e quais são/serão seus impactos positivos e negativos e o lado sombrio do universo digital.

Privacidade, polarização, redes sociais, reconhecimento facial, inteligência artificial, relacionamentos virtuais, biohackeamento, crimes cibernéticos, moderadores de conteúdos da internet, abusos policiais, lavagem cerebral, segurança, realidade virtual, entre outros assuntos são discutidos em Rede Sombria.

Ao mesmo tempo em que a internet e a tecnologia podem ser ótimas ferramentas, nas mãos de pessoas mal-intencionadas muitas questões éticas e criminais ainda devem ser discutid…

Perfil do Jornalista Brasileiro


A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) está realizando uma pesquisa para descobrir qual é o perfil do jornalista brasileiro. Os resultados ainda estão sendo gerados e analisados e devem ser divulgados até o final deste mês de março de 2013.

Com esta pesquisa, pretende-se estimar o número de jornalistas em atuação no Brasil no final de 2012, distribuição territorial dos profissionais do jornalismo por estado e suas funções.

Além dos objetivos gerais citados acima, a pesquisa também pretende estimar a taxa de sindicalização dos jornalistas, analisar o impacto dos cursos superiores no mercado de trabalho, relação entre profissionais formados e sem ensino superior na área, entre outras informações interessantes para entender melhor o perfil do profissional de Jornalismo no Brasil.  

Este projeto deve cruzar as informações obtidas com os dados com as listas anuais de egressos de cursos de Jornalismo do país, Jornalistas registrados pelo Ministério do Trabalho e Jornalistas sindicalizados.

Segundo informações publicadas no site do projeto de pesquisa, quase 5 mil jornalistas responderam os questionários do Público. As coletas de dados começaram em setembro de 2012 e encerraram em novembro de 2012.

O projeto de pesquisa está sendo coordenado por professores do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política da UFSC, do Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da UFSC e da Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília.

Para mais informações, acesse o site do projeto Perfil do Jornalista Brasileiro.

Comentários

Mais lidas da semana