Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo


Já estão abertas as inscrições para o Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo, voltado para a produção jornalística e para o estímulo da liberdade e da ousadia na imprensa. O prazo máximo para a inscrição é dia 20 de maio de 2013.

O prêmio é uma iniciativa da revista e Portal IMPRENSA com patrocínio da Sousa Cruz e apoio institucional da Associação Brasileira de Imprensa – ABI, Instituto Internacional de Ciências Sociais – IICS e Instituto Palavra Aberta e Artigo 19.

A proposta do prêmio é estimular o desenvolvimento da imprensa brasileira, identificando e premiando os melhores trabalhos jornalísticos nas modalidades: jornalismo impresso, telejornalismo, radiojornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, reportagem cinematográfica, ilustração, primeira página, jornalismo universitário, cobertura internacional, destaque do ano e Grande Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo.

Podem se inscrever no Prêmio de Jornalismo jornalistas es estudantes de jornalismo do Brasil, com matérias veículadas no período de 8 de abril de 2012 a 7 de abril de 2013. Somente na categoria de Cobertura Internacional, podem se inscrever jornalistas correspondentes que residem no exterior.

Os prêmios vão desde R$ 4 mil até R$ 16 mil. Além dos inscritos ganharem uma assinatura semestral da Revista Imprensa.

Cada profissional pode inscrever até cinco trabalhos nas categorias citadas acima.

No regulamento é possível encontrar mais informações sobre o Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo, como informações sobre cada uma das categorias, condições da inscrição, autoria dos trabalhos, formatos dos trabalhos, júri, julgamento, premiação e disposições gerais.

Para saber mais sobre o prêmio, acesse o site oficial do Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo

*Com informações do Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo

Comentários

Mais lidas da semana