Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Medicina dos Horrores – Lindsey Fitzharris

O ambiente do hospital causa pavor em algumas pessoas. Se nos dias atuais com tantos avanços, a ideia ainda é assustadora para alguns; tente imaginar como era a prática médica nos séculos passados. O livro Medicina dos Horrores, de Lindsey Fitzharris, narra a história de um médico que revolucionou o mundo das cirurgias do século XIX. A obra foi publicada no Brasil pela Editora Intrínseca, em 2019, com tradução de Vera Ribeiro.


Compre o livro Medicina dos Horrores (Lindsey Fitzharris): https://amzn.to/30e1xL0

Dá para imaginar que algumas pessoas gostavam de assistir cirurgias ao vivo? Ou que o cirurgião e o médico não tinham tanta importância quanto tem nos dias atuais? Medicina dos Horrores é uma viagem para um período em que muitas pessoas morriam dentro dos hospitais por causa das infecções.

Para quem não é muito fã de hospitais, algumas descrições das cirurgias podem causar um aperto no estômago, especialmente levando em conta os equipamentos e cenários da época, bem como era feita …

Editora recebe originais de contos e romances


Criada em 2012, a Editora Bateia está recebendo contos e romances com temática livre, até o dia 31 de julho de 2013. A ação faz parte do projeto "Originais na Bateia", uma maneira de atrair novos autores da literatura brasileira para a editora.

Autores podem enviar originais em PDF pelo e-mail: originaisnabateia@gmail.com. A publicação dos livros será em 2014 e seguirá a mesma linha da editora na publicação dos autores estrangeiros: um mesmo projeto gráfico interno e externo para todos os livros.

Os livros serão editados no segundo semestre de 2013.

Até o momento a Bateia firmou seis contratos de edição com autores estrangeiros: “Nostalgia”, do romeno Mircea Cartarescu; “Carta”, do norueguês Tomas Espedal; “Caireles”, do argentino Alfredo Fonticelli; “O boxeador polonês”, do guatemalteco Eduardo Halfon; “Um ano”, do chileno Juan Emar; e “Lendo Vila-Matas”, do também chileno Gonzalo Maier. Destes, cinco estão em fase de tradução.

Durante a Copa do Mundo, serão lançados livros de ficção do mexicano Juan Pablo Villalobos, do chileno Alejandro Zambra e do sueco Fredrik Ekelund.

Comentários

Mais lidas da semana