Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Você – Caroline Kepnes

Frieza e perversão. Se eu pudesse resumir Joe em duas palavras seriam essas. O livro Você (You), da autora Caroline Kepnes nos leva para uma viagem para a mente doentia de um homem capaz de tudo para obter seu prazer. A obra foi publicada no Brasil pela Editora Rocco, com tradução de Alexandre Martins, em 2018.

Compre o livro Você (Caroline Kepnes): https://amzn.to/2Cp2CnR
Um jogo de gato e rato. Joe é dono de uma livraria, onde ele mantém não só sua obsessão por livros antigos e raros, como uma jaula que pertencia ao proprietário anterior. Com um passado traumático, o personagem desliga suas emoções e se aventura à procura de sua próxima vítima, alguém em quem possa projetar seus ideais românticos, ainda que unilaterais.
“Eu subo trotando e me sento para uma sessão de Beck, que consiste em escutar Rare and Well Done, olhar fotos suas que roubei do Facebook, assistir a cena de A Escolha Perfeita sem som. Eu me perco tanto nisso que amanhece na livraria e eu deveria estar cansado por caus…

Escrita Criativa: Importância dos parágrafos iniciais


Você sabe como prender o interesse do leitor desde o começo do seu texto? O ensaio "O escritor convida o leitor para uma dança: A arte de elaborar parágrafos iniciais numa narrativa ficcional", escrito por João de Mancelos, aborda a Escrita Criativa.

No ensaio, João de Mancelos fala sobre a importância das primeiras linhas, como uma estratégia para cativar o leitor, que segundo ele, pode ser chamada de hook ou anzol, pelos teóricos da escrita criativa.

Segundo João de Mancelos, a estratégia de escrever um texto que seja convidativo desde o início ajuda a fazer com que os leitores se interessem por adquirir tal livro, caso contrário, a obra pode voltar à prateleira.

No meio de tantos livros, principalmente com a facilidade para publicação de obras eletrônicas (eBooks), o autor que consegue prender o leitor, pode se diferenciar entre outros escritores. Para João de Mancelo, o pensamento que se tem é: "com tantos volumes disponíveis, para quê despender tempo com um que começa mal?".

Para o autor do ensaio, nos contos, romances e ensaios, os parágrafos iniciais devem captar a atenção, criar uma crise, despertar a curiosidade, gerar um cenário curioso, criar uma atmosfera, chocar ou surpreender e introduzir um elemento de mistério e intriga.

Leia o ensaio na íntegra: http://www.miniwebcursos.com.br/curso_aprender/modulos/aula_2/artigos/palavra_criativa.html

Comentários

  1. É isso mesmo; a linguagem deve ser fluida, convincente, simples, e as palavras iniciais devem ser escolhidas a dedo; valeu por ter publicado o tema.

    ResponderExcluir
  2. Precioso material.
    Adorei!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana