Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

4º Simpósio de Ciberjornalismo será transmitido ao vivo pela internet

Nos dias 28 a 30 de agosto de 2013, acontece o 4º Simpósio de Ciberjornalismo – Jornalismo: Integração Midiática e Experimentação, na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande (MS). O evento de jornalismo será transmitido ao vivo pela internet.

Evento de ciberjornalismo realizado pela UFMS será transmitido pela internet. Foto: Reprodução / 4º Simpósio de Ciberjornalismo.

Nesta quarta-feira, 28 de agosto, às 20h (horário de Campo Grande MS), a Conferência de Abertura "Os Novos Caminhos do Jornalismo" com a participação de Gumersindo Lafuente, do jornal El País, da Espanha e de Marcos Palácios, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Na quinta-feira, 29 de agosto, às 19h, o debate "Prescritor das redes sociais no Jornalismo", com o Prof. Dr. Josep Lluís Micó, da Universidade Ramon Llull, de Barcelona, Prof. Dr. Elias Machado, da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Profa. Dra. Suzana Barbosa, da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

No último dia do evento, 30 de agosto, o debate "2020. Tendências Jornalísticas", com Mário Tascon, da Espanha, Profa. Dra. Luciana Mielniczuk, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Profa. Dra. Carla Schwingel, de Mackenzie.

Confira a seguir o endereço para quem deseja acompanhar o 4º Simpósio de Ciberjornalismo ao vivo pela internet: http://www.ciberjor.ufms.br/ciberjor4/transmissao-ao-vivo/

Sobre o Simpósio de Ciberjornalismo – O evento conta com a participação de pesquisadores brasileiros de referência no desenvolvimento do Ciberjornalismo e é realizado pelo Grupo de Pesquisa em Ciberjornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Comentários

Mais lidas da semana