Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Good Detective: Série coreana policial sobre antigo caso e a busca pela verdade

The Good Detective é uma série coreana policial que aborda um caso antigo, cujo julgamento levou à sentença de condenação de morte do acusado. Um detetive novato no departamento e um veterano se juntam para descobrir se aconteceram falhas nas investigações policiais. A série está disponível na Netflix . Com 16 episódios em sua primeira temporada, três personagens se destacam: o detetive que participou da investigação do caso, Kang Do Chang (Son Hyeon-ju) , o jovem detetive Oh Ji Hyuk (Seung-jo Jang) e a jornalista investigativa Jin Seo Kyung (Elliya Le) . Quando um novo caso de um suposto assassino confesso da filha do homem condenado ganha a atenção da mídia, muitas dúvidas pairam no ar sobre as motivações e os possíveis envolvidos, fazendo com que os detetives discretamente se aprofundassem nas investigações, mesmo sabendo que poderiam prejudicar as próprias carreiras. Kang é movido pela consciência pesada de ter sido parte do caso do condenado possivelmente inocente sofrer pena de

Escrita Pausada

Estou sentando em frente ao computador. Meus dedos se movem com agilidade, porém os meus pensamentos estão confusos. Não tenho certeza sobre o que eu quero escrever ou tenho e estou sempre procurando algum motivo para não continuar?

Levanto-me e vou até o livro mais próximo. Ele está aberto e faltam poucas páginas para concluir sua leitura. As palavras tremem diante dos meus olhos até chegar ao espaço em branco. Fecho o livro e guardo.

Sento-me novamente e tento me concentrar no que eu estou fazendo. Por que é tão difícil parar tudo e fazer só uma coisa? Queria tanto disciplinar a minha mente, a minha alma e o meu corpo.

De volta ao texto, as palavras fluem até eu olhar para outro livro, me lembrar do meu e-mail, ver se recebi alguma mensagem importante. Penso no trabalho árduo que outros escritores tiveram e me concentro novamente. No meio do meu conto, paro de escrevê-lo para contar-lhes esta história.

Coloco o ponto final e tento voltar ao que eu estava fazendo. Desta vez, sem mais pausas.

Comentários

  1. Bonito texto. Gostei. Parabéns. Demonstra como a vaziez algumas vezes nos deriva (escritores) de nosso objetivo maior: escrever, simplesmente escrever.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e pelo comentário, Robert! Às vezes, sinto vontade de me fugir para as montanhas para escrever. Ter alguns minutos sem outras preocupações. Acredito que escrever nos dias atuais seja mais complicado do que nos séculos passados, afinal, o número de distrações não para de aumentar.
      Abraço

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana