Pular para o conteúdo principal

Destaques

Autismo: Profissionais antiéticos envolvidos com tratamentos proibidos e perigosos

Quando lancei uma campanha contra tratamentos sem evidências científicas do autismo, tive pouquíssimo apoio. Isso me ajudou a ver quem é quem, quem coloca as cartas na mesa ou não, quem está/estava com medo.


Infelizmente, além de estarmos abertos às ameaças abertas ou veladas, também existe muito silenciamento; muitas famílias fazendo tratamentos que são proibidos e perigosos e profissionais antiéticos que deveriam ser processados e/ou deveriam perder a licença.

Em vários países, isso já deu processos e prisões, mas no Brasil, nada é como deveria ser. Alguém fica chocado de viver no mundo invertido?

Tem gente que adora brincar com fogo. Gente que difama autistas adultos e quase implora por um processo.

Preciso lembrar que essas coisas são crimes? Ah, não sabia? Agora já sabe.

Uma dica: A verdade demora, mas ela sempre vem. Não é que o Xadrez nos ensina algumas coisas?
Quanto à impunidade e a desinformação, pode ter certeza que vou continuar fazendo minha parte de passar informações de …

Cartilha sobre Comércio Eletrônico orienta consumidores

A Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor disponibilizou para download gratuito a Cartilha de Comércio Eletrônico, na qual orienta os usuários sobre o Código de Defesa do Consumidor, o comércio eletrônico, compras coletivas, importações online, clubes de compras, leilões virtuais, cuidados ao comprar e como agir em caso de problemas.

As compras pela internet têm aumentado cada vez mais graças à comodidade de poder pesquisar preços, comprar produtos e recebê-los em casa, ao invés de ter que ir até a loja física. No entanto, da mesma forma que o e-commerce tem facilitado a vida dos usuários, também tem dado dor de cabeça com os atrasos na entrega, falsos sites de vendas, produtos que não correspondem ao que foi anunciado, entre outros.

Algumas das principais dúvidas dos consumidores sobre lojas virtuais e outras modalidades de comércio eletrônico são esclarecidas pela cartilha, como a responsabilidade do site, o atendimento ao consumidor e o direito de arrependimento. A proteste dá dicas do que fazer antes de comprar, quais são as precauções que o usuário deve ter e como proceder no caso de problemas com a empresa.

Proteste – completou 12 anos de serviço ao consumidor brasileiro. É a maior organização privada de defesa do consumidor da América Latina, com quase 300 mil associados. Seus testes comparativos têm ajudado a acelerar mudanças em práticas produtivas e vendas de produtos e serviços, aumentando a segurança e melhorando o custo-benefício nas relações de consumo.

Faça o download: Cartilha de Comércio Eletrônico – Proteste

Comentários

Mais lidas da semana