Pular para o conteúdo principal

Destaques

Sobre rabiscos e telas brancas

A tela branca pode ser um convite à explosão criativa ou uma tortura ao artista que sente seu espírito definhando diante da pesada realidade. Em tempos de crise e ódio, a arte fica esquecida e é vista como desimportante; ironicamente, é quando mais precisamos dela, de algo que nos faça sentir vivo e toque as partes atordoadas.


O som dos dedos se movendo pelo teclado era como fantasmas de uma vida distante. É incrível perceber quantas vezes nós deixamos algumas partes nossas morrerem ao longo de nossas existências; as máscaras, antes tão confortáveis, agora incomodam e não nos servem mais. Leva tempo até ficarmos satisfeitos e ajustados à nova realidade. Viver é admitir que sabemos pouco sobre nós mesmos e há sempre algo novo que pode nos transformar, seja para o bem ou para o mal.

O artista encara a tinta respingando pela tela. Para o espectador sem intimidade, nada faz sentido, a desconexão de ideias é tormentosa; para ele, o lembrete de que sua arte nunca o abandonaria. Como poderia…

Resenha: O Torneio dos Céus – Leandro Schulai

O Torneio dos Céus é o livro de estreia do escritor Leandro Schulai. A obra de 384 páginas foi publicada pela Livrus Negócios Editoriais e conta a história de Dimítris Saloustros, um jovem grego que morreu e acaba descobrindo que a vida continua no Vale dos Anjos.

O livro nacional de Fantasia traz uma proposta bem interessante, misturando uma série de referências e com uma forte inspiração na mitologia grega. Após morrer, o protagonista Dimítris é julgado e enviado para um lugar repleto de anjos. Longe de sua amada Mariah, ele tenta encontrar uma forma de voltar ao plano terrestre e cumprir a sua promessa de que não abandonaria sua esposa.

Dividido em três partes, a obra de ficção é narrada em terceira pessoa. Além de Dimítris que é o típico herói, o leitor também conhece Obelisco e Anne, seus amigos anjos que o acompanham nesta jornada. Momentos de romance e drama são intercalados com aventuras e descobertas.

Não estou acostumado a ler histórias de fantasia com anjos. Leandro Schulai criou anjos com alguns elementos da pureza e bondade, mas também outros cheios de maldades e ambições – ambos com poderes de acordo com os seus elementos e diferentes funções. O autor criou um sistema onde eles são divididos em diversas hierarquias – o que torna a narrativa mais interessante, como se esse universo e seus seres de fantasia realmente existissem. Até mesmo o Vale dos Anjos não é somente o Paraíso, mas também tem o seu local para as Oito Prisões.

Como todo primeiro livro de uma série, O Torneio dos Céus traz mais uma introdução a este universo, na qual o herói vai descobrindo gradualmente o novo ambiente, suas batalhas, conflitos, recompensas, aliados, inimigos e limitações. Dimítris vê na participação de um torneio de luta entre anjos a oportunidade de realizar os seus principais desejos. O segundo livro da série O Vale dos Anjos, intitulado O Poder da Luz, por exemplo, dá mais destaque aos seres das trevas e quais são suas intenções.

Li a primeira metade do livro durante uma noite e a outra metade durante à tarde do dia seguinte. A linguagem é bem acessível e a leitura flui! Algumas passagens do livro me surpreenderam, enquanto outras eu tive a impressão de que já saberia o que aconteceria, talvez por causa das referências e inspirações ou por estar acostumado a ler muitas histórias.

Já estou ansioso para ler a continuação de O Vale dos Anjos. Já comprei o meu exemplar, que foi lançado recentemente em São Paulo! As capas dos dois livros são lindas e combinam muito bem com suas histórias. Quem foi ao lançamento teve a oportunidade de comprar os marcadores de páginas da série que, aliás, são lindos também.

Apreciei a leitura e ao mesmo tempo tive o prazer de analisar sua estrutura, e aprender um pouco sobre quais elementos eu poderei melhorar nos meus próprios romances de fantasia. Outro motivo que me levou a ficar empolgado com a leitura foi a experiência de participar de uma coletânea organizada pelo autor, a Amores Impossíveis (Andross Editora), me fazendo despertar este interesse por conhecer melhor tanto a escrita do Leandro Schulai, como ver de perto um livro que deu certo, além de prestigiar a literatura nacional de fantasia!

Sobre o autor – Leandro Schulai sempre foi um apaixonado por livros. Fã de literatura fantástica, começou a esboçar a ideia para sua série ainda aos dezesseis anos de idade. Seu livro de estreia, O Torneio dos Céus conquistou os leitores brasileiros em todos os cantos e apresentou uma nova visão do mundo dos anjos. Já organizou diversas antologias e criou o programa “Na Mira dos Livros”, para a cobertura de eventos literários. Site do autor: http://leandroschulai.com.br/.

Quer conhecer melhor o escritor? Leia a entrevista com o Leandro Schulai publicada aqui no blog!

Comentários

  1. Olá
    Gosto quando autores nacionais conseguem seu lugar no mercado, apesar de fugir de séries pretendo dar uma chance a essa.
    Abraços

    chacomresenha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Léo!
      Obrigado por sua visita. Adorei o layout do seu blog... Está muito bacana!
      Então, para quem gosta de literatura fantástica e anime, o Leandro Schulai sabe dosar bem as duas coisas. Espero que goste, caso leia!

      Abraços!

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana