Pular para o conteúdo principal

Destaques

My ID Is Gangnam Beauty: Drama coreano sobre o mundo da autoimagem e dos relacionamentos

My ID Is Gangnam Beauty é um dorama coreano que leva o telespectador a refletir questões sobre autoimagem, procedimentos estéticos e autoestima. Quando uma garota decide fazer várias cirurgias plásticas no rosto, pois não suporta própria aparência, ela se dá conta de que do mesmo modo que era julgada pela estética, novos desafios vão surgir quando descobrem que seu rosto não é natural. O termo Gangnam Beauty faz referência às pessoas que vão até o bairro sul-coreano à procura de procedimentos cirúrgicos, porém, muitos usam a expressão de forma negativa, como se o fato delas buscarem alguma alteração estética, as tornassem parecidas ou artificiais. Lançada em 2018 , a série foi ganhadora de cinco prêmios por causa das atuações. Dirigido por Sung-Beom Choi , o drama sul-coreano foi baseado em uma webtoon homônima, criada por Gi Meng-gi – só uma, entre tantas histórias em quadrinhos digitais que fizeram sucesso e foram adaptadas para doramas. Ainda que a linguagem da série seja bem le

Vídeo: Intranquilidades do Mercado Editorial e Processo de Criação Literária

O Itaú Cultural disponibilizou, em 2011, um vídeo sobre a mesa de debate “Como as intranquilidades do mercado editorial interferem no processo de criação?”, com a participação dos escritores com Carola Saavedra, Frederico Barbosa, Luiz Ruffato, Ronaldo Correia de Brito e mediação de Flávio Moura.


A discussão permanece bastante atual. É interessante notar as diferenças de opiniões entre os profissionais participantes da mesa, porém o que os quatro autores concordam é na questão de que o livro não deve ser escrito pensando somente no mercado editorial (não escrever o que vende, mas aquilo que se tem afinidade com o gênero literário e temática).

Alguns pontos levantados pelo Frederico Barbosa são bem polêmicos, como a necessidade de legitimação de uma obra ou autor pela editora; As feiras dos livros e valorização dos produtos que vendam, mesmo que não tenham qualidade literária; A desvalorização da poesia pelo mercado editorial; A importância do escritor poder disponibilizar na internet seu texto para que possa ser lido, já que não necessariamente todo mundo que escreve bem consegue ser publicado.

Assista ao vídeo “Como as intranquilidades do mercado editorial interferem no processo de criação?”:

Comentários

Mais lidas da semana