Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lovestruck In The City: Série sul-coreana explora as emoções e fases dos relacionamentos amorosos

Diferente de muitos doramas coreanos que são mais longos, Lovestruck In The City tem um ritmo mais ágil e leva o telespectador para os encontros e desencontros de três casais que fazem parte do mesmo círculo social, em uma linguagem mais interativa, na qual os personagens contam suas próprias versões em frente às câmeras. A série de 2020 está disponível na Netflix . Para quem não tem muito contato com o universo dos dramas coreanos, a série dirigida por Park Shin-woo é uma boa opção, já que os episódios são curtos em relação ao formato tradicional e trazem o desenvolvimento dos relacionamentos desde os primeiros episódios – fugindo um pouco do padrão no qual o telespectador tem que assistir até o final para ver os personagens se declarando e sofrendo silenciosamente. Outro diferencial em relação a muitas produções coreanas é que os atores se beijam mais e o roteiro aborda assuntos que ainda são tratados como tabus por muitas séries da Coreia do Sul, como o sexo. Porém, embora se apro

Vídeo: Intranquilidades do Mercado Editorial e Processo de Criação Literária

O Itaú Cultural disponibilizou, em 2011, um vídeo sobre a mesa de debate “Como as intranquilidades do mercado editorial interferem no processo de criação?”, com a participação dos escritores com Carola Saavedra, Frederico Barbosa, Luiz Ruffato, Ronaldo Correia de Brito e mediação de Flávio Moura.


A discussão permanece bastante atual. É interessante notar as diferenças de opiniões entre os profissionais participantes da mesa, porém o que os quatro autores concordam é na questão de que o livro não deve ser escrito pensando somente no mercado editorial (não escrever o que vende, mas aquilo que se tem afinidade com o gênero literário e temática).

Alguns pontos levantados pelo Frederico Barbosa são bem polêmicos, como a necessidade de legitimação de uma obra ou autor pela editora; As feiras dos livros e valorização dos produtos que vendam, mesmo que não tenham qualidade literária; A desvalorização da poesia pelo mercado editorial; A importância do escritor poder disponibilizar na internet seu texto para que possa ser lido, já que não necessariamente todo mundo que escreve bem consegue ser publicado.

Assista ao vídeo “Como as intranquilidades do mercado editorial interferem no processo de criação?”:

Comentários

Mais lidas da semana