Pular para o conteúdo principal

Destaques

Resenha: Os Criadores de Coincidências – Yoav Blum

E se nada fosse mero acaso e operários invisíveis atuassem para gerar mudanças nas vidas das pessoas? Assim é a premissa do livro Os Criadores de Coincidências, do autor Yoav Blum, publicado no Brasil, em 2017, pela Editora Planeta, com tradução de Fal Azevedo.


Compre o livro Os Criadores de Coincidências (Yoav Blum): https://amzn.to/2KNfxBT

O romance narra o trabalho de três criadores de coincidências: Emily, Eric e Guy. Intercalando um pouco das vivências profissionais de cada um deles e das missões que tiveram que cumprir, relacionando com alguns dos seus dilemas pessoais.

“É estranho, pensou ela, como somos capazes de transformar uma coisa específica em algo que passa a guiar toda a nossa vida, e como nos convencemos de que, se não tivermos essa coisa, nada mais vai fazer sentido. E é ainda mais estranho como nos acostumamos rápido ao exato oposto” – Yoav Blum, Os Criadores de Coincidências
Longe de ser uma narrativa linear, o leitor é jogado para várias histórias que se amarram pel…

Resenha: Eu, Inabalável – Josué Matos

Eu, Inabalável é o livro de estreia do autor Josué Matos, de 176 páginas, publicado pela Editora Selo Jovem, em 2014. O romance policial conta a história de Leonardo, um jovem que busca vingança. Seu irmão foi assassinado e o culpado nunca foi descoberto.


O romance é narrado em terceira pessoa. A história é narrada em 5 partes, divididas em 27 capítulos, nos quais os leitores acompanham não só o ponto de vista do protagonista Leonardo, mas dos outros personagens principais, como a agente da polícia Valéria e o professor de história Humberto.

“Finalmente sentiu outra estocada no coração, e com ela uma certeza branda de que a dor e o sofrimento logo acabariam. O assassino não sorria, não esboçava outro gesto, seus olhos eram o próprio terror. Eram a morte, e tudo o que ela podia aliviar”. 

Logo no primeiro capítulo, descobrimos que Alan, um adolescente homossexual foi assassinado e a principal suspeita é de crime homofóbico. A morte do irmão de Leo desenrola uma série de situações em sua família e a frustração da falta de provar para descobrir quem foi o assassino.

Quando Valéria percebe que os últimos assassinatos da região estão relacionados ao caso, sua missão se torna desvendar este mistério. Já Humberto é um professor cheio de segredos. Ele é casado com Eduardo, um advogado.

O livro aborda alguns assuntos sensíveis e que ainda precisam ser mais discutidos na sociedade, como a adoção gay, a homofobia, as violências física e sexual, além de outras questões que precisam ser debatidas dentro das escolas, como as drogas e a ética.

Como a narrativa é policial, pretendo não dar muitas informações para não estragar a leitura de ninguém. Algumas das reviravoltas são surpreendentes, enquanto outras acabamos deduzindo. Para quem gosta de textos concisos, a leitura é bem breve – bom para o leitor brasileiro que não está muito acostumado a ler.

O autor trabalha bem a questão dos pontos de vista: o narrador onisciente não nos mantém entretido somente do núcleo principal de personagens, mas também de alguns personagens secundários em breves cenas. Não sei se por estar acostumado a ler romances policiais, mas antes do momento de revelação do assassinato, eu já havia deduzido quem era. O que tira um pouco da dramaticidade do clímax, por outro lado, mesmo que assim como eu, você também desvende o mistério antes, há outras surpresas inesperadas para o leitor!

Josué Matos acertou bem em escolher a terceira pessoa para narrar, já que a primeira pessoa limitaria muito a narrativa. Embora o personagem principal tenha um passado sofrido, sua personalidade ácida torna difícil simpatizar com ele – é claro que não dá para deixar a curiosidade de lado e ficar esperando pelos próximos passos dele, já que uma pessoa querendo vingança é capaz de muitas coisas. Leo tem muitos conflitos internos e é gostoso vê-lo se debatendo com seus dilemas, além de acompanhá-lo para ver se ele não vai estragar as coisas boas que restaram.

Acabei transferindo mais o meu entusiasmo para Valéria por causa de seu temperamento forte e do seu inconformismo – não deixa de ser uma crítica contra o próprio sistema policial e judiciário. É interessante observar a questão da hierarquia dentro do sistema. Mesmo farejando algo errado, até que se tenha como provar, ela nada pode fazer.

Mais do que uma história de vingança e crime, Eu, Inabalável também tem em sua trama segredos obscuros, desequilíbrios e culpas. Em um retrato da realidade através da ficção, o livro acaba mostrando como eventos diferentes se relacionam através das causas e efeitos.

Sobre o autor – Josué Matos se descreve: “Eu, pessoa matemática, exata, reta... Sempre fui um leitor frequente de romances e isso me levou ao desejo do desenvolvimento de novas inteligências que acabaram definindo meu gênero literário, ficção policial, uma mescla de mim... Após muito estudo e leitura de muitas obras para definição de estilo próprio, tornei-me escritor.

Escrever é uma aventura. Junte-se a mim em cada nova trama. Torne-se também um viajante das letras...”. 

O livro Eu, Inabalável pode ser comprado no site da Editora Selo Jovem

O romance policial também está presente no Facebook: https://www.facebook.com/livroeuinabalavel. Não deixe de adicionar o livro à sua estante do Skoob – a maior rede social para leitores do Brasil! 

Comentários

  1. Respostas
    1. Oi, Josué!
      Eu que agradeço pela confiança e paciência – já que costumava levar menos tempo para ler e resenhar para o blog, agora estou cheio de leituras da graduação de Letras para fazer.
      Fico feliz que tenha gostado! Espero que mais leitores também gostem.
      Abraços. Sucesso!

      Excluir
  2. Mabuhay from Filipinas! Nice blog you have..
    http://activedabawenya.blogspot.com/2015/03/celebrating-women-empowerment.html
    http://saecextension.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana