Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Mais De Um: Revista online publica textos e artes sobre o universo LGBT

Com a proposta de publicar expressões artísticas e textos de estudiosos sobre o universo LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transgêneros), a revista online Mais De Um teve seu primeiro volume publicado em Junho de 2015. Além do combate à homofobia, lesbofobia e transfobia, a publicação tem como objetivo ajudar na luta contra a discriminação de gênero e orientação sexual.

“Essa revista foi pensada e planejada com todo o carinho de nossa equipe para que haja mais um espaço de expressão e conhecimento de todas as formas de amor e de todas as formas de nos entendermos e nos manifestarmos como seres humanos”, afirma Mayara Maziero Matos, uma das idealizadoras da Revista Mais De Um, que faz parte do Conselho Editorial junto com Alana Regina, Bruna Uliana e Camila Bomfim de Gois.

Para os artistas que produzem obras sobre o universo LGBT e de combate à discriminação de gênero e orientação sexual, a próxima edição da revista será publicada em setembro – a Mais De Um deve ser publicada a cada trimestre, gratuitamente para quem quiser acessar pela internet. Entre os materiais que podem ser enviados para a revista estão: Poemas, Contos, Crônicas, Entrevistas, Histórias em Quadrinhos, Fotografias, Desenhos e Artigos de Opinião.

Lembrando: A revista não tem fins lucrativos, logo também não há pagamento de direitos autorais, sendo uma forma de divulgação de trabalhos sobre a temática LGBT. Os materiais podem ser enviados até o dia 21 de setembro de 2015.

Para ler a primeira edição da Revista Mais De Um e conferir a chamada para publicação da segunda edição, acesse o site da Alana Regina!

Comentários

Mais lidas da semana