Pular para o conteúdo principal

Destaques

Garota Exemplar: 5 Trechos do Livro escrito por Gillian Flynn

Garota Exemplar .JPG

Alguns dos meus trechos favoritos do livro Garota Exemplar, da Gillian Flynn:
“Não quero ser mais um exemplo de menina, porque não adianta agradar o mundo todo e eu mesma ficar infeliz”
“Ser a Garota Legal significa que sou uma mulher gostosa, brilhante, divertida, que adora futebol, pôquer, piadas indecentes e arrotos, que joga vídeo game, bebe cerveja barata, adora ménage à trois e sexo anal… Garotas Legais são acima de tudo gostosas. Gostosas e compreensivas. Garotas Legais nunca ficam com raiva. Apenas sorriem de uma forma desapontada e amorosa e deixam seus homens fazerem o que quiserem. Vá em frente, me sacaneie, não ligo, sou a Garota Legal”
“Então isso tinha que parar. Ser comprometida com Nick, me sentir segura com Nick, ser feliz com Nick, me fez perceber que tinha uma verdadeira Amy aqui, e ela era muito melhor, muito mais interessante, complicada e desafiadora que a Amy legal. Nick queria a Amy legal de qualquer jeito. Você consegue imaginar? Finalmente mo…

Curso de Escrita Narrativa com temática Queer terá 2ª edição

O Ninho de Escritores está com inscrições abertas para a 2ª edição do Curso de Escrita Narrativa com temática Queer, que acontece em São Paulo (SP), entre os dias 23 de agosto e 25 de outubro de 2016, ao longo de dez encontros. O curso é gratuito e será ministrado pelo escritor e Mestre em Cultura Visual, Tales Gubes. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas na página do evento.

Segundo o organizador do evento, o curso de escrita é voltado para quem deseja escrever histórias que tratem de personagens e experiências que desafiam os lugares-comuns da heteronormatividade. Tales Gubes afirma que o curso é para quem deseja escrever a própria história, ou seja, de pessoas que se sentem silenciadas ou não encontram espaço para se reconhecer nas histórias que já estão sendo contadas.


“Mas o que é o queer? Longe de buscar uma definição, aqui entendemos o queer como um convite à desestruturação de noções tradicionais de gênero e sexualidade. Uma escrita criativa com temática queer é aquela que provoca as expectativas dos leitores em temas relacionados à orientação sexual e identidade de gênero, criando outro espaço para que sujeitos historicamente marginalizados, silenciados ou apagados se manifestem” – Tales Gubes

Ao longo do curso, cada encontro terá uma tema e contará com exercícios, leituras, críticas e debates. Entre os temas estão: Por que e como escrever; Como planejar uma história; As ferramentas de quem escreve; O tema; A criação de personagem; As tramas do enredo; A narração e o ponto de vista; O tempo narrativo; O uso da descrição; Fechamento.

Sobre o ministrante do curso – Tales Gubes é o fundador do Ninho de Escritores, projeto de aprimoramento da escrita por meio do acolhimento, e escreve sobre gênero e sexualidade em textos e ficção e não ficção. Mestre em Cultura Visual, já ministrou cursos de extensão sobre educação e sexualidade na Universidade Federal de Goiás.

Ficou interessado? Acesse o Ninho de Escritores e saiba mais sobre o curso: http://www.ninhodeescritores.com/queer/

Comentários

  1. Ben! Seu fofo!


    Adorei a notícia!
    Presença confirmada!

    Beijão!
    Danny
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniel!
      Fico feliz em ajudá-lo. Boa sorte para conseguir a vaga!
      Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana