Pular para o conteúdo principal

Destaques

Um Conto Taiwanês de Duas Cidades: Série de romance e drama explora raízes, sonhos e amores

Uma série de romance e drama sobre duas mulheres conectadas por suas raízes de Taiwan, mas que seguiram caminhos bem diferentes e com personalidades moldadas pelas cidades em que viveram: enquanto uma cresceu em San Francisco, nos Estados Unidos, a outra passou a vida inteira em Taipei. A série A Taiwanese Tale of Two Cities (Um Conto Taiwanês de Duas Cidades, 2018) balanceia os idiomas e experiências culturais dos dois países, criando uma experiência prazerosa para quem deseja visitar ambos destinos turísticos. Essa produção taiwanesa foi um dos achados na Netflix . A mulher que nunca saiu do país, abraça as raízes da medicina chinesa e por causa do seu histórico de saúde frágil abriu mão de muitas coisas fora de sua zona de conforto, Lee Nien-Nien (Tammy Chen) que coincidentemente sonhava em conhecer San Francisco, acaba conhecendo a taiwanesa-americana Josephine Huang (Peggy Tseng), que embora tivesse curiosidades sobre sua origem, passou praticamente a vida toda nos Estados Unidos

Portal Singularidades: Participação em texto sobre Esgotamento de pessoas no espectro autista

Nesta quarta-feira, 24 de julho de 2019, saiu um texto sobre o esgotamento mental e físico de pessoas no espectro autista no Portal Singularidades. No texto, a jornalista traz falas minhas e da escritora Michelle Malab, autora do livro Menina Aspie, e explicações de profissionais sobre essa relação entre sobrecarga sensorial, interações sociais e esgotamento.


Leia o texto: Esgotamento: Como a mente autista reage à sensação de cansaço mental e físico

Muitas pessoas desconhecem como as interações sociais e alguns ambientes repletos de estímulos sensoriais podem provocar desconforto em pessoas no espectro autista. Por mais que alguns autistas tenham mais capacidade inibitória do que outros, isto não significa que nossas mentes e corpos não ficam cansados.

Para quem não está familiarizado com essas questões, o autista pode ser mal-incompreendido e lido como alguém preguiçoso e aversivo, quando em muitos casos, ele está preservando a energia e evitando que tenha uma crise.

Diferente da preguiça, em cenários de esgotamento, o autista pode ficar mais sincero do que o comum, pode ter dificuldade de fazer coisas que são comuns no dia-a-dia e precisa desse tempo para recuperar as energias. Esse tempo vai desde horas até dias.

Sobre a idealizadora – Gabriela Bandeira é jornalista e autora do livrorreportagem Singularidades: Um Olhar sobre o Autismo, que conta histórias reais de mães e crianças diagnosticadas no espectro autista. É editora do Portal Singularidades.

Leia o eBook de Singularidades: https://amzn.to/2JYOKky 

*Ben Oliveira é escritor, blogueiro, jornalista por formação e Asperger. É autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.



Para ficar por dentro das minhas novidades:


Facebook: https://www.facebook.com/benoliveiraautor/

Twitter: https://twitter.com/Ben_Oliveira

Instagram: https://www.instagram.com/benoliveira/

YouTube: http://www.youtube.com/c/BlogdoBenOliveira

Comentários

Mais lidas da semana