Pular para o conteúdo principal

Destaques

Monsters Inside: Minissérie documental da Netflix sobre Billy Milligan, criminoso com supostas múltiplas personalidades

Lançamento de setembro de 2021 na Netflix , a minissérie documental Monsters Inside: The 24 Faces of Billy Milligan mostra o lado sombrio e perigoso de criminosos que de forma consciente ou inconsciente usam brechas jurídicas relacionadas aos transtornos mentais para se safarem e, muitas vezes, conseguem manipular o público de tal forma que toda atenção se direciona para eles, deixando as vítimas de lado, e até alimenta fantasias, glamoriza e romantiza ao torná-los famosos de tanto aparecerem na mídia. Se livros de não ficção e documentários sobre assassinos já causam preocupação sobre a influência na sociedade, especialmente, pois sempre há viés por trás e depoimentos de pessoas com traços manipuladores não são necessariamente confiáveis, imagina quando os próprios profissionais de saúde mental e da área da justiça divergem sobre os diagnósticos, histórias contadas pelos criminosos e seus comportamentos? Billy Milligan despertou a atenção da imprensa dos Estados Unidos e de diversos

Mad For Each Other: Série de comédia romântica sul-coreana sobre saúde mental e recomeços

Mad For Each Other (Loucos Um Pelo Outro) é uma daquelas séries ideias para quem gosta de comédias românticas que conseguem balancear bem diferentes elementos da narrativa, sem ficar muito raso, mas sem também tirar a graça das coisas. A produção da Coreia do Sul foi dirigida por Tae-gon Lee e escrita por Ah Kyung, lançada pela Netflix, em 2021.

Com menos de trinta minutos de duração (se for focar no início e nos créditos), essa foi uma daquelas séries que decidi assistir aleatoriamente, sem nenhuma expectativa e acabei amando a história. Soltei boas risadas enquanto assistia, como não fazia há tempos e me emocionei com algumas cenas mais dramáticas.

O título da série traz um trocadilho com a história dos dois personagens principais, já que ambos se descrevem como loucos e são julgados assim por parte da sociedade: Noh Hwi Oh (Woo Jung), um policial que está afastado para lidar com seus problemas de falta de controle de raiva e Lee Min Kyung (Yeon-Seo Oh), uma mulher excêntrica com um passado traumático que afetaram sua capacidade de confiar em si mesma e levando ao desenvolvimento de paranoia e compulsões obsessivas.

Os dois se conhecem na rua e uma série de coincidências faz com que os seus caminhos se cruzem com frequência, levando a uma série de mal entendidos que dão um tom cômico à narrativa. Lidando com questões de saúde mental, ambos são atendidos pela mesma psiquiatra – algo que só vão juntando as peças ao longo dos episódios – e para aumentar a tensão da tragicomédia, eles descobrem que são vizinhos.

Ainda que grande parte da série foque nesse relacionamento entre duas pessoas que são mal compreendidas pelos outros ao seu redor e passam por momentos de proximidade e afastamento por causa das diferentes personalidades e dos próprios conflitos psicológicos, conforme eles vão se conhecendo melhor, eles apresentam episódios de melhora e piora de seus transtornos, os dilemas sobre como são aceitos pelos outros e sobre autoaceitação tornam interessante, pois é algo que faz parte da jornada terapêutica.

Além de proporcionar horas de entretenimento, Mad For Each Other também toca em questões que vão além da saúde mental, mas que podem servir para agravá-las, como as injustiças, os preconceitos e as violências psicológicas e físicas que ainda são naturalizadas em alguns círculos sociais por questões culturais.

Por morar em um prédio, os personagens também se veem confrontados com as fofocas da vizinhança e por estarem passando por processos de redescobertas e recomeços, eles mesmos acabam abrindo suas mentes e se esforçando para não se tornarem reféns dos desequilíbrios psicológicos.

Nesse período de esgotamento mental da pandemia, Mad For Each Other é uma boa pedida para relaxar, rir e até mesmo se emocionar: além disso, como um dos protagonistas é policial, também traz algumas cenas de ação.

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Me acompanhe nas redes sociais:

Twitter: https://twitter.com/BenOlivDreamer

Facebook: https://www.facebook.com/BenOliveiraDreamer

Instagram: https://instagram.com/benoliveiradreamer

Comentários

Mais lidas da semana