Pular para o conteúdo principal

Destaques

The Puppet Master: Série documental da Netflix traz casos de vítimas de um sociopata vigarista

Para quem está procurando algo intrigante para assistir na Netflix , a série documental The Puppet Master: Hunting the Ultimate Conman apresenta uma daquelas histórias que as pessoas nunca se imaginam acontecendo com elas, até que o pior acontece. Um sociopata manipulador encontra várias presas fáceis, interessado no dinheiro delas, ao mesmo tempo em que conta histórias sem pé nem cabeça para isolá-las dos familiares e dos amigos, em uma jornada marcada pelo medo, fuga e diferentes estratégias de lavagem cerebral. Muitas vezes associada às seitas em uma escala maior, muita gente ainda desconhece os danos que uma pessoa manipuladora pode causar, a ponto de duvidar de si mesmo e da própria sanidade, situação que só piora quando ela é incentiva a cortar todos laços e fica presa num ciclo de total dependência da validação do outro, como se tivesse que pedir permissão até para existir. Quantas pessoas foram vítimas de Robert Hendy-Freegard ? A série documental se foca principalmente em tr

A Gruta: Filme brasileiro de terror com roteiro bom, mas peca nas atuações

A Gruta é um filme brasileiro de terror com um ótimo potencial e roteiro envolvente, mas que se perde nas atuações – com exceção da atriz Carolina Ferraz, no excelente papel de uma freira que é convidada para colaborar com uma investigação policial e conversar com um dos suspeitos de crimes que aconteceram em uma caverna.

Com roteiro e direção de Arthur Vinciprova, o filme de 2020 está disponível na Amazon Prime Video e além do idioma original, também está com legendas e áudios em outros idiomas. Além da história contada, os cenários e a fotografia de A Gruta ficaram excelentes, porém, algumas atuações deram um tom quase que caricato aos personagens, fazendo com que cenas de tensão perdessem o impacto.

Assim, o que tinha potencial para se tornar um filme de terror sobrenatural impactante, vai perdendo sua força com atuações quase que cômicas no local principal em que os eventos se desenrolam. Embora seja uma ideia presente em muitos filmes do gênero, nem por isso A Gruta se torna menos intrigante pela maneira que a história foi contada.

Repleto de claras referências a outros filmes com gênero e temática parecidos, o roteiro gira ao redor de um grupo de pessoas que vai para um passeio em uma gruta, acompanhado por uma guia, e diante de um acidente, não fazem ideia se sairão vivos de lá.

Para entender melhor o que aconteceu lá, uma freira entra em cena e visita o homem no hospital. As linhas entre as memórias, possíveis questões de saúde mental devido aos acontecimentos e o sobrenatural se entrelaçam. O filme termina e deixa o telespectador com vontade de saber mais sobre os elementos sombrios da região da gruta, parte da história que poderia ter sido mais explorada e até abre possibilidade para uma sequência.

*Ben Oliveira é escritor, formado em jornalismo. Autor do livro de terror Escrita Maldita, publicado na Amazon e dos livros de fantasia jovem Os Bruxos de São Cipriano: O Círculo (Vol.1) e O Livro (Vol. 2), disponíveis no Wattpad e na loja Kindle.

Me acompanhe nas redes sociais:

Twitter: https://twitter.com/BenOlivDreamer

Facebook: https://www.facebook.com/BenOliveiraDreamer

Instagram: https://instagram.com/benoliveiradreamer

Comentários

Mais lidas da semana