Pular para o conteúdo principal

Destaques

Dias de Isolamento, Estímulos e Tédio: Vidas Importam (Coronavírus) | Ben Oliveira

Mesmo para alguém no espectro autista (lembrando que não existem dois autistas iguais e há uma ampla variedade neurológica e de personalidade), os dias de isolamento não são necessariamente confortáveis.


Gostar de ficar em casa e precisar de tempo sozinho para recarregar as energias, não significa que autistas também não gostem de ver pessoas – muitos adoram andar ao ar livre. As pessoas confundem autismo, introversão, timidez e misantropia (aversão às pessoas).

O que eu queria falar é sobre a importância de se ocupar com o que te estimula. Na correria do dia a dia, todos abrimos mão daquilo que gostamos de fazer e do que nem sabíamos que gostamos. Além de ler e jogar, nesses dias aproveitei para organizar as coisas e brincar com as tintas e colas.

Deveria estar escrevendo mais, mas confesso que estou gostando de estimular outras áreas que estavam adormecidas. Sim, tenho muitos momentos de tédio, mas não acho que colocar a vida de outras pessoas em risco possa compensá-los.

Por outro …

Gestão e Empreendedorismo em Comunicação

O texto abaixo refere-se a um estudo de caso sobre a Sears para a disciplina de Gestão e empreendedorismo em comunicação, ministrada pela Prof. Ana Cristina Fernandes.

Liderança, a chave para o sucesso

A Sears teve os seus melhores momentos durante a direção de Robert E. Wood, o que mostra o grande espírito de liderança do general. De acordo com o estudo de caso do texto: "O que aconteceu com a Sears?", após Woods aposentar-se começaram os problemas da Sears. Como explicar esta origem dos problemas?

Wood tinha as habilidades necessárias para administrar a empresa e seguia os 5 processos interligados de uma boa administração: planejamento, organização, liderança, execução e controle. Diferente dos outros presidentes que lideraram a empresa após ele, Wood administrava de forma estratégica e pró-ativa.

Gestão estática

A falta de atitudes dinâmicas dos novos presidentes da empresa fizeram com que a Sears não se preocupasse com a concorrência das novas lojas varejistas, afundando a empresa através de uma administração tradicional, focada no presente e no conservadorismo. Muitas lojas da Sears foram fechadas, enquanto a concorrência aumentava. A ignorância da direção da Sears em relação a estas novas lojas, Kmart e Wal-Mart, ocasionou uma perda de clientes que poderia ser mantida através de uma administração estratégica.

O auge e o declínio da Sears estão relacionados a postura adminstrativa dos líderes da empresa, mostrando a importância do estrategismo na gestão empresarial.

Comentários