Pular para o conteúdo principal

Destaques

Revolutionary Love: Série coreana de drama explora o abismo que divide as classes sociais

Embora muitos dramas coreanos pequem na representatividade de diversidade racial e deem pouquíssimo espaço para estrangeiros e imigrantes, a série Revolutionary Love (2017) da tvN e no Brasil disponível temporariamente pela Netflix , acaba indo além dos elementos de comédia e romance, mostrando o drama das diferenças de classes sociais , os preconceitos e a possibilidade de imersão nesse mundo desconhecido pelo filho do dono de um dos maiores conglomerados de empresas da Coreia do Sul . A ingenuidade e a ignorância da realidade das classes trabalhadoras tornam o protagonista um tanto embaraçoso, lembrando de forma vaga a jornada de Buda quando conheceu a realidade fora do palácio e foi confrontado com a fome, a doença, a pobreza e a morte. Longe de ser uma série com alguma alegoria espiritual, mas do ponto de vista do comportamento é interessante acompanhar como Byun Hyuk (Choi Si-won) se torna mais empático e humanizado quando seu caminho cruza com o de Baek Joon (Kang So-ra) . E

Gestão e Empreendedorismo em Comunicação

O texto abaixo refere-se a um estudo de caso sobre a Sears para a disciplina de Gestão e empreendedorismo em comunicação, ministrada pela Prof. Ana Cristina Fernandes.

Liderança, a chave para o sucesso

A Sears teve os seus melhores momentos durante a direção de Robert E. Wood, o que mostra o grande espírito de liderança do general. De acordo com o estudo de caso do texto: "O que aconteceu com a Sears?", após Woods aposentar-se começaram os problemas da Sears. Como explicar esta origem dos problemas?

Wood tinha as habilidades necessárias para administrar a empresa e seguia os 5 processos interligados de uma boa administração: planejamento, organização, liderança, execução e controle. Diferente dos outros presidentes que lideraram a empresa após ele, Wood administrava de forma estratégica e pró-ativa.

Gestão estática

A falta de atitudes dinâmicas dos novos presidentes da empresa fizeram com que a Sears não se preocupasse com a concorrência das novas lojas varejistas, afundando a empresa através de uma administração tradicional, focada no presente e no conservadorismo. Muitas lojas da Sears foram fechadas, enquanto a concorrência aumentava. A ignorância da direção da Sears em relação a estas novas lojas, Kmart e Wal-Mart, ocasionou uma perda de clientes que poderia ser mantida através de uma administração estratégica.

O auge e o declínio da Sears estão relacionados a postura adminstrativa dos líderes da empresa, mostrando a importância do estrategismo na gestão empresarial.

Comentários

Mais lidas da semana