Pular para o conteúdo principal

Destaques

Antraz: Documentário da Netflix revela investigações feitas pelo FBI durante anos

Um pouco após os atentados terroristas contra as torres gêmeas, em Nova Iorque, Estados Unidos, no 11 de setembro de 2001, uma ameaça de antraz colocou as autoridades, como o FBI em alerta, e espalhou pânico nos norte-americanos devido à facilidade de se espalhar sem as pessoas saberem.  Dirigido e roteirizado por Dan Krauss e produzido pela Netflix e pela BBC, 21 anos após o ataque e o primeiro caso de circulação do antraz, o documentário Antraz: EUA Sob Ataque (The Anthrax Attacks) leva o telespectador para as investigações do FBI que duraram anos. O que a princípio foi alvo de muita pressão para a solução do caso, principalmente pelo medo dos norte-americanos do esporo da bactéria continuar se espalhando pelas cartas e fazendo mais pessoas adoecerem e/ou morrerem, logo foi caindo no esquecimento conforme as investigações desenrolavam fora dos holofotes.  Com a proximidade do caso do ataque às torres gêmeas, à primeira vista, o pânico generalizado fez com quem os norte-americanos

Conquiste a rede: Flog & Vlog

Conquiste a rede é uma coleção de livros sobre o "processo de criação coletiva na internet". Os autores, Ana Carmen Foschini e Roberto Romano Taddei, acreditam que é possível que cada internauta torne-se um produtor de conteúdos, contribuindo com a interação e troca de informações.

Flog & Vlog

Os autores do livro Conquiste a rede: Flog & Vlog explicam: "Flogs e vlogs são páginas pessoais que permitem a você se comunicar por meio de imagens pela internet". Ambos acreditam que só é necessário uma câmera digital para alguém se tornar fotógrafo, fotojornalista, videomaker e artista.

Para Ana Carmen Foschini e Roberto Romano Taddei, a revolução da comunicação na web possibilitou a muitas pessoas divulgarem notícias. Como reflexo desta revolução, muitos programas de telejornalismo abriram espaço para as imagens de cinegrafistas amadores; jornais e revistas passaram a utilizar fotos feitas por cidadãos jornalistas.

Os fotologs tornaram mais fácil a divulgação de fotos. Eles são úteis, por exemplo, para quem quer mostrar imagens de determinados eventos e não tem espaço nos veículos de comunicação.

Os videologs surgiram após a popularização dos usuários com acesso banda larga à internet e dos programas de edição de vídeo para amadores. A facilidade de divulgar os vídeos através das ferramentas de publicação impulsionou o grande número de vídeos na rede de computadores.

No livro ainda é explicado: como a imagem digital é formada, o que é pixel, como as imagens em movimento são formadas, dicas para fotografar e filmar, edição de foto e vídeo, publicação de foto e vídeo.

DOWNLOAD DO LIVRO 

Autores

* Ana Carmen Foschini é jornalista e escritora. Em seu blog, anacarmen.com, a jornalista fala sobre cultura e cibercultura, música, ciência e tecnologia.
* Roberto Romano Taddei é jornalista e poeta. Em seu blog, rrtaddei.wordpress.com, o jornalista posta sobre jornalismo cidadão, poesia, educação etc.

Comentários

  1. Depois do quinto ivro até eu vou conquistar a internet!! HAHAHA O livro parece ser muito bom sempre tiev curiosidade em saber sobre os pixels das fotos e filmes.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário. Volte sempre!

Mais lidas da semana